Dourados – MS sexta, 07 de maio de 2021
Dourados
22º max
11º min
Pets

Parte dos funcionários do HU pára hoje de forma gradativa

30 Jun 2011 - 22h17
Parte dos funcionários do HU entram em greve hoje por melhores salários - Crédito: Foto: Hédio Fazan/PROGRESSOParte dos funcionários do HU entram em greve hoje por melhores salários - Crédito: Foto: Hédio Fazan/PROGRESSO
DOURADOS – Parte dos técnicos administrativos do Hospital Universitário (HU), administrado pela Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), inicia greve hoje. Pelo acordo, os funcionários vão se apresentar normalmente em seus setores para depois definir quantos funcionários podem entrar em greve. A proposta é não deixar paciente sem atendimento. A decisão foi tomada ontem em assembleia no auditório do HU.

O objetivo segundo o comando de greve, é começar uma greve de forma gradativa até atingir 50% dos 500 técnicos administrativos do HU.
Por ser o maior hospital do interior do Estado, que atende cerca de 35 municípios através do Sistema Único de Saúde (SUS), o objetivo é trazer menos prejuízos possíveis à população, informou Fraz Maciel, um dos integrantes do comando de greve.

Não se sabe ainda exatamente quais serão os setores que vão sofrer mais com a greve, no entanto sabe-se que existem setores que vão funcionar 100%, sem risco de faltar funcionários, como por exemplo, a maternidade, o Centro Obstétrico, a UTI neonatal, a Unidade de Cuidados Intermediarios (UCI) e Unidade Intensiva (UI). Apesar de parte dos médicos fazer parte do quadro de técnicos administrativos, a categoria resolveu não aderir a greve.

De acordo com Fraz Maciel foi entregue para reitoria da UFGD e direção do HU um plano de greve acerca dos serviços que vão funcionar durante a paralisação. Na manhã de anteontem o comando teve reunião com a reitoria e direção do HU, que solicitaram que a categoria montasse uma estratégia para que não prejudicasse tanto a população.

A greve dos técnicos administrativos do HU vai acompanhar a paralisação dos técnicos da UFGD, que aderiram no dia 15 de junho. Na universidade são cerca de 200 funcionários em greve. No Brasil, técnicos administrativos de 47 universidades federais cruzaram os braços há 24 dias por melhores salários.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Rússia produz primeiro lote de vacina contra covid-19 para animais
Ciência e Medicina

Rússia produz primeiro lote de vacina contra covid-19 para animais

30/04/2021 11:30
Rússia produz primeiro lote de vacina contra covid-19 para animais
Abandono de animais aumenta na pandemia e bichos não encontram lares
Dia a Dia

Abandono de animais aumenta na pandemia e bichos não encontram lares

30/01/2021 10:25
Abandono de animais aumenta na pandemia e bichos não encontram lares
Últimas Notícias