Dourados – MS sábado, 19 de setembro de 2020
Dourados
30º max
20º min
Pets

Na Assembleia, Reinaldo fala em redução de impostos

03 Fev 2016 - 07h00
Governador Reinaldo Azambuja lê relatório de ações do primeiro ano de governo na reabertura dos trabalhos da Assembleia. - Crédito: Foto: Elvio LopesGovernador Reinaldo Azambuja lê relatório de ações do primeiro ano de governo na reabertura dos trabalhos da Assembleia. - Crédito: Foto: Elvio Lopes
O governador Reinaldo Azambuja participou, na manhã de ontem, da solenidade de abertura dos trabalhos deste ano da Assembleia Legislativa, onde destacou ações do governo, em uma prestação de contas do primeiro ano de sua gestão e garantiu que, assim que a economia registrar uma melhora, quer voltar àquela casa para anunciar a redução de impostos, que foram majorados no período. Ele foi recepcionado pelo presidente do Legislativo Estadual, deputado Junior Mochi e pelo presidente do Tribunal de Justiça do MS, desembargador João Maria Lós.


Reinaldo iniciou a leitura de seu relatório destacando as ações da Caravana da Saúde, que vai para sua oitava edição neste início de ano e que, em 2015, realizou mais de 260 mil procedimentos, com 40 mil consultas, 17,5 mil cirurgias e 9 mil exames, proporcionando mais saúde para a população e que classificou como o caminho para a reestruturação da saúde no Estado, com a regionalização das ações. Ele também destacou a conquista de recursos para a conclusão do Hospital do Trauma e para a expansão do Hospital do Câncer Alfredo Abrão.


Na área educacional, Reinaldo lembrou que o piso salarial do professor do Estado é o maior do País, 38% acima do piso nacional e que o governo tem procurado realizar ações para valorizar o educador e melhorar a qualidade do ensino, uma das propostas de campanha que o levou ao governo.


O governador destacou ainda ações na Assistência Social, com a implantação da primeira unidade da Rede Solidária, que está atendendo a população na região do Bairro Dom Antônio Barbosa e do plantão 24 horas na Casa da Mulher Brasileira, além de outros programas para colaborar com as famílias carentes no Estado.


Na área de segurança pública, Reinaldo destacou as ações como positivas, como a efetivação de 1.660 novos policiais nas ruas e o concurso em andamento para a contratação de mais 1.500 policiais; investimento de R$ 4 milhões nas câmeras de segurança na fronteira, a inauguração do novo Cepol e a construção de mais quatro novos presídios no Estado. “Realizamos avanços para recuperar a infraestrutura e melhorar também a segurança no MS”, afirmou.


Sobre obras deixadas pela administração anterior, Reinaldo explicou que sua gestão já concluiu 82% delas no programa Obra Inacabada Zero e que entre os maiores desafios agora estão a recuperação de estradas e a reconstrução de pontes danificadas e destruídas pelas chuvas, causando grandes prejuízos ao Estado.



“Apesar do cenário negativo que impacta na governabilidade estadual, nós lutamos para conseguir cumprir as ações mais básicas e fico feliz por hoje, Mato Grosso do Sul figurar entre os Estados que conseguiram reduzir despesas de custeio e corte nos desperdícios”, disse o governador, que destacou ainda o Portal de Transparência, que desde sua implantação registrou mais de um milhão de acessos.


Reinaldo ressaltou que algumas medidas foram feitas para reduzir o impacto do aumento de tributos e garantiu que em breve espera voltar à Assembleia para anunciar à população uma redução de impostos. “Logo que essa situação se estabilize, quero voltar a esta Casa de Leis para anunciar aos parlamentares e à população uma redução tributária. Temos plena convicção de que o Governo pode fazer mais estando junto com o legislativo estadual e com o judiciário, no intuito de realizar um bom trabalho em favor da população sul-mato-grossense”, afirmou.


O presidente da Assembleia Legislativa, Júnior Mochi, destacou que o desejo dos parlamentares é o de melhorar o serviço prestado à população, promovendo mudanças que possibilitem maior eficácia ao trabalho legislativo. “Nosso desejo é ampliar a participação do povo, e isso se reflete no número de audiências públicas que foram realizadas pela Assembleia Legislativa, dando ênfase para o debate das questões indígenas e fundiárias”, destacou.


Mochi reafirmou ainda que o compromisso do legislativo estadual é de também enfrentar a crise. “Esse é o nosso compromisso e nós vamos concluir nossa missão”, finalizou.


A mesa foi composta, ainda pelo desembargador João Maria Lós e pelos deputados Zé Teixeira e Cabo Almi, primeiro e segundo secretários da Assembleia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Prefeitura arcará com castração e vacinas de gatos e cães acolhidos
Em MS

Prefeitura arcará com castração e vacinas de gatos e cães acolhidos

17/09/2020 09:23
Prefeitura arcará com castração e vacinas de gatos e cães acolhidos
Projeto obriga síndico a comunicar maus-tratos de animais em condomínios
Brasil

Projeto obriga síndico a comunicar maus-tratos de animais em condomínios

15/09/2020 11:33
Projeto obriga síndico a comunicar maus-tratos de animais em condomínios
“Muita gente desconta no animal, como se ele tivesse culpa”, diz criadora de abrigo
Cães abandonados

“Muita gente desconta no animal, como se ele tivesse culpa”, diz criadora de abrigo

13/09/2020 09:05
“Muita gente desconta no animal, como se ele tivesse culpa”, diz criadora de abrigo
Senado aprova aumento de pena para agressores de cães e gatos
Maus-tratos

Senado aprova aumento de pena para agressores de cães e gatos

10/09/2020 13:38
Senado aprova aumento de pena para agressores de cães e gatos
Tutores de animais de estimação devem ficar atentos a produtos de limpeza
Pets

Tutores de animais de estimação devem ficar atentos a produtos de limpeza

03/09/2020 12:03
Tutores de animais de estimação devem ficar atentos a produtos de limpeza
Últimas Notícias