Dourados – MS domingo, 11 de abril de 2021
Dourados
36º max
22º min
Influx - Campanha 2021
Pets

MPE quer encurtar distância entre população e poder público

05 Jul 2011 - 22h11
Promotor Paulo Ishikawa diz que projeto da MPE deve ser implementado até  setembro 
Foto: Hédio Fazan

  
 


 - Promotor Paulo Ishikawa diz que projeto da MPE deve ser implementado até setembro Foto: Hédio Fazan -


DOURADOS – Com objetivo de encurtar a distância entre a população e poder publico, o Ministério Público Estadual (MPE) vai implantar em breve em Dourados a “Promotoria Comunitária”. Esse modelo de trabalho já existe em algumas cidades do Brasil. Em Mato Grosso do Sul, Dourados será pioneira neste tipo de projeto.

O promotor responsável pelo projeto, Paulo Roberto Gonçalves Ishikawa, da 2ª Promotoria, que integra área de família, explica que a “Promotoria Comunitária” pretende fazer um mapeamento de toda cidade para identificar os principais problemas dentro da realidade de cada região, seja criminalidade, saúde, educação e assistência social.

O projeto é ainda embrionário e está na fase de divisão dos setores. Após concluir essa etapa, com o apoio de outras promotorias, o trabalho deverá ser colocado na rua. Cada mês deverá ser trabalhado uma região. No local, os promotores vão conversar com a população e com ela saber o problema que mais aflige a comunidade. “Identificando esses problemas, vamos servir de elo com o poder público, com objetivo de tentar solucionar da melhor forma possível”, apontou o promotor.

Por outro lado, o trabalho dará mais visibilidade ao Ministério Público junto a população, na qual passa a conhecer melhor e a saber que existe um órgão que ela poderá contar. “É uma forma de mostrar a população que ela não está sozinha e que tem um órgão que possa contar”, explica Ishikawa.

O promotor adianta que quer contar com o poder público como um grande parceiro neste projeto. Para começar ele já manteve contato com o prefeito Murilo Zauith com objetivo de explicar como vai funcionar o projeto. “Ele já colocou algumas secretárias estratégicas a disposição do MP para que possamos desenvolver o projeto nos bairros”, disse o promotor. Nos próximos dias ele manterá uma reunião com as secretarias de Saúde, Educação e Assistência Social. Outra parceria que o Ministério Público pretender contar é com as universidades.

Esta primeira etapa do projeto, que deverá ser implementado até setembro, deverá demorar cerca de dez meses para ficar concluído.


Deixe seu Comentário

Leia Também

Abandono de animais aumenta na pandemia e bichos não encontram lares
Dia a Dia

Abandono de animais aumenta na pandemia e bichos não encontram lares

30/01/2021 10:25
Abandono de animais aumenta na pandemia e bichos não encontram lares
Últimas Notícias