Dourados – MS domingo, 16 de junho de 2024
24º
Bem-Estar Animal

Mais de cem animais foram microchipados no primeiro mutirão realizado pela Prefeitura da Capital

O quantitativo é positivo e demonstra que os tutores estão atentos aos benefícios de ter aplicação em seus pets

11 Mai 2024 - 17h30Por CG Notícias
Mais de cem animais foram microchipados no primeiro mutirão realizado pela Prefeitura da Capital - Crédito: Diogo Gonçalves Crédito: Diogo Gonçalves

A Prefeitura de Campo Grande, por meio da Subsecretaria do Bem-Estar Animal, realizou ontem (10) o primeiro mutirão de microchipagem de cães e gatos. O total de 84 cães e 22 gatos receberam o microchip. O quantitativo é positivo e demonstra que os tutores estão atentos aos benefícios de ter aplicação em seus pets.

O casal, Mariusa Barbosa e Raimundo Curiel, levaram seus nove animais para o mutirão. Eles aproveitaram que na ação podia trazer mais de um animal por pessoa e mesmo com dificuldade trouxeram todos.

“Quando vi na televisão que teria o mutirão, não perdi tempo para trazê-los. Apesar de muitos, eles são nossos amorzinhos, e mesmo não tendo acesso à rua, é mais uma garantia para eles”.

Já o William Magalhães e sua filha Isabela Magalhães, foram ao local com Bolt, Jake e Luke. Eles souberam da campanha através das redes sociais.

“Foi minha filha que viu e pediu para trazer nossos pets. Achei a iniciativa maravilhosa, porque soube do que se tratava depois que minha filha me falou sobre a microchipagem”.

A secretária da Subea Ana Luiza Lourenço, ressalta que a lei complementar da guarda responsável torna obrigatório que todos os animais domésticos sejam microchipados. “Essa lei existe desde 2014, mas os microchips não eram disponibilizados para a população. E em uma ação inédita, em dezembro de 2022, primeiramente foi ofertado para a população mais vulnerável e, hoje, a Prefeitura disponibiliza para todos os munícipes”.

A aplicação do microchip é rápida e simples, não apresentando nenhum risco para o animal e serve para auxiliar no combate ao abandono. Após a aplicação, fica registrado no sistema da subsecretaria o número do microchip e os dados do tutor responsável pelo animal. “Caso esse animal fuja ou até mesmo seja abandonado, é possível saber quem é o dono e entregá-lo para o responsável, ou acionar a polícia caso tenha sido abandonado”, acrescenta a secretária.

A Subea realizará tem como objetivo aumentar a quantidade de animais microchipados. Em 2023, mais de 7.900 animais foram microchipados por meio dos atendimentos da Subea. A meta é dobrar a quantidade de atendimentos, por isso os mutirões em todas as regiões devem continuar ao longo do ano.

Durante o mutirão e nas ações realizadas fora da unidade de atendimento, não é exigido o número do NIS do tutor interessado. Para os atendimentos na unidade de bem-estar animal, além do NIS o tutor deve apresentar documento com foto e comprovante de residência. A Subea destaca que a próxima ação será no mês de junho, com data a ser marcada.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ansiedade e fobia são as principais causas de transtornos mentais em cães
Saúde animal

Ansiedade e fobia são as principais causas de transtornos mentais em cães

14/06/2024 07:45
Ansiedade e fobia são as principais causas de transtornos mentais em cães
Lei garante que qualquer pessoa na companhia da polícia poderá resgatar animal em maus tratos
Pets

Lei garante que qualquer pessoa na companhia da polícia poderá resgatar animal em maus tratos

13/06/2024 08:30
Lei garante que qualquer pessoa na companhia da polícia poderá resgatar animal em maus tratos
Hérnia perineal: cães machos e mais velhos são os mais acometidos pela doença
Bem-Estar Animal

Hérnia perineal: cães machos e mais velhos são os mais acometidos pela doença

09/06/2024 15:00
Hérnia perineal: cães machos e mais velhos são os mais acometidos pela doença
Plano de saúde para cachorro e gato: Tudo o que você precisa saber!
Pets

Plano de saúde para cachorro e gato: Tudo o que você precisa saber!

04/06/2024 16:30
Plano de saúde para cachorro e gato: Tudo o que você precisa saber!
Mudanças na temperatura aumentam casos de rinotraqueíte em felinos
Bem-Estar Animal

Mudanças na temperatura aumentam casos de rinotraqueíte em felinos

28/05/2024 08:00
Mudanças na temperatura aumentam casos de rinotraqueíte em felinos
Últimas Notícias