Dourados – MS segunda, 30 de novembro de 2020
Dourados
37º max
23º min
Imaculada-Desk
Imaculada-Mobile
Pets

Árvores centenárias são exterminadas

10 Fev 2011 - 18h21
PMA e Imam flagraram homem envenenando árvore ontem em bairro nobre de Dourados - Crédito: Foto: Hédio Fa-zan/PROGRESSOPMA e Imam flagraram homem envenenando árvore ontem em bairro nobre de Dourados - Crédito: Foto: Hédio Fa-zan/PROGRESSO
DOURADOS - Alguns douradenses estão utilizando as mais diversas artimanhas para acabar com as árvores. Os crimes vão desde as podas radicais até o envenenamento das espécies. Ontem Agentes do Instituto do Meio Ambiente (Imam) e da Polícia Militar Ambiental (PMA) flagraram um braçal jogando ‘veneno’ em raízes de árvores centenárias.

O crime aconteceu na região da Vila Tonani. Um braçal foi abordado pelos militares e admitiu que tinha recebido ordem para colocar veneno em três árvores, Angico e Amendoim. Segundo o Imam, trata-se de espécies centenárias em extinção.

Conforme a polícia, o rapaz contratado pelo dono do terreno, teria utilizado uma broca para perfurar a raiz das árvores e jogar o veneno. A PMA diz que a prática é comum em Dourados e resulta em multa e até cadeia. Adverte que o Imam está fiscalizando e que todos os casos serão investigados.

O proprietário do terreno poderá responder a processo e, se confirmado o delito, a Promotoria do Meio Ambiente poderá pedir até a prisão do responsável.
De acordo com o fiscal ambiental Marcos Antônio de Brito, a prática vem sendo cada vez mais utilizada por moradores que não querem passar pelos trâmites legais de pedido de poda ou retirada de árvore. As justificativas são muitas. Alguns afirmam que as árvores provocam sujeira, enquanto outros dizem que destróem a calçada ou atrapalham a vista das fachadas.


O ideal, segundo Marcos é que os moradores protocolizem um pedido junto a prefeitura de Dourados, solicitando a retirada da planta. Uma análise ambiental será feita e a partir daí é estipulado uma medida de compensação ambiental.

Um dos problemas causados pelo envenenamento é que muitas plantas atingidas não se recuperam. Outro problema é que é quase imperceptível notar que a planta foi envenenada.

Segundo ele, os produtos mais utilizados para o envenenamento são óleos queimados e inseticida. O herbicida é absorvido pelas folhas e seu ingrediente ativo (glifosato) age nas raízes matando-as. A pessoa que for flagrada cometendo a ação é notificada a pagar multas que varia de 10 a 100 árvores ou até mesmo ser presa.

No caso registrado ontem, o proprietário deverá pagar multa de R$ 70 mil e ainda poderá responder a ação penal. Por mês, o Imam recebe mais de 40 denúncias sobre matança de árvores.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Vacina Antirrábica

CCZ terá três pontos de vacinação antirrábica no sábado

26/11/2020 16:45
PRF recupera em Três Lagoas veículo roubado há cinco anos
Polícia

PRF recupera em Três Lagoas veículo roubado há cinco anos

19/11/2020 16:21
PRF recupera em Três Lagoas veículo roubado há cinco anos
Dono de pesqueiro é autuado em flagrante por suspeita de maus-tratos a cachorro
Maus-tratos

Dono de pesqueiro é autuado em flagrante por suspeita de maus-tratos a cachorro

22/10/2020 12:45
Dono de pesqueiro é autuado em flagrante por suspeita de maus-tratos a cachorro
PMA de Bataguassu autua homem por maus-tratos a dois cães
Maus-tratos

PMA de Bataguassu autua homem por maus-tratos a dois cães

21/10/2020 12:48
PMA de Bataguassu autua homem por maus-tratos a dois cães
Projeto proíbe a venda de medicamentos "anti-cio” para uso em cadelas e gatas
Projeto de Lei

Projeto proíbe a venda de medicamentos "anti-cio” para uso em cadelas e gatas

16/10/2020 17:46
Projeto proíbe a venda de medicamentos "anti-cio” para uso em cadelas e gatas
Últimas Notícias