Dourados – MS terça, 01 de dezembro de 2020
Dourados
33º max
23º min
Imaculada-Desk
Imaculada-Mobile
Variedades

Pais ansiosos com a gravidez

17 Jul 2011 - 09h31
Regina Navarro Lins


Tereza vai ter o seu primeiro filho em julho. Tudo está correndo bem com exceção da ansiedade de Luís, seu marido. “Luís está muito feliz com a proximidade do nascimento do nosso filho. Toda hora beija e acaricia a minha barriga. O único problema é que ele está ansioso demais; não dorme bem há vários meses. Acorda de madrugada e fica zanzando pela casa, está desatento e começou a tomar calmantes. Não tenho a menor ideia do que está acontecendo com ele.”

Não é só com Luís que isso acontece. Vários estudos revelam perturbações psicossomáticas nos pais durante a gravidez de suas mulheres: insônia, problemas digestivos, aumento de peso etc. Uma pesquisa sobre paternidade feita com 50 homens, cujas mulheres tinham acabado de ter filho, revelou dados interessantes.


Entre eles, 22 acompanharam a preparação e assistiram ao parto, enquanto 28 não participaram. Todos os sintomas somáticos (com uma única exceção) ocorreram no grupo dos que não tinham sido envolvidos nos preparativos do parto. Tudo indica que as angústias surgidas nesse período são apaziguadas se o pai participa estreitamente das várias etapas da maternidade.

Para muitos estudiosos do assunto, a paternidade mobiliza a inveja do homem diante da condição da mulher de gestar, parir e amamentar, do seu poder de criatividade e seu mistério. Talvez isso explique porque, na tentativa de compensar a inferioridade paterna, algumas sociedades desenvolveram rituais de nascimento. Esses ritos de couvade podem ser encontrados nos diversos continentes e são praticados pelos homens para reforçar o sentimento de poder paterno.

Entre os corsos, no momento do nascimento dos filhos, ninguém se preocupa com a mulher. O homem, no entanto, fica deitado vários dias, como se sentisse dor pelo corpo todo. No país basco, logo após o parto, as mulheres ocupavam-se dos trabalhos domésticos, enquanto os homens deitavam-se com os recém-nascidos e recebiam os cumprimentos dos vizinhos.

A atitude dos baruya, da Nova Guiné, é mais surpreendente ainda. Eles acreditam que um filho é o produto do esperma do homem. Uma vez dentro da mulher, porém, o esperma encontra-se misturado aos seus próprios líquidos. Se o esperma do homem vencer a água da mulher, a criança será um menino, caso contrário, será uma menina. Após a fecundação, o homem alimenta o feto através de coitos repetidos e o faz crescer no ventre da mãe.

O esperma é o alimento que dá força à vida, e as mulheres enfraquecidas pela menstruação ou pelo parto bebem esperma. Essas práticas objetivam limitar os poderes fecundantes das mulheres. Para os baruya, o feto só se desenvolve graças ao esperma masculino. O leite com que mais tarde as crianças são alimentadas é o resultado desse esperma, já que o leite da mulher nasce do esperma do homem.


Para a civilização judaico-cristã, Adão é criado por um Deus masculino. Javé tira uma de suas costelas, enquanto Adão dorme pesadamente, e fecha cuidadosamente o lugar com carne. Eva, então, é moldada a partir dessa costela, que simboliza o ventre materno. Adão é pai e mãe de Eva. Inferior a ele, ela está distante do divino. Adão é muito superior. É filho de Deus. Foi criado à sua semelhança. Desse momento em diante, é muito claro o papel que a mulher deverá cumprir na sua relação com o homem: agradecida, por ele ter lhe dado a vida; dependente, por ter nascido dele; submissa, por ser inferior.


Na mitologia grega, encontramos também o pai como único criador. Zeus travava uma dura batalha contra os gigantes quando Métis, sua primeira esposa, ficou grávida. A conselho de Urano e Géia, o futuro deus do Olimpo engole Métis junto com a criança em seu ventre. Segundo a predição do casal primordial, se Métis tivesse uma filha e esta um filho, o neto arrebataria o poder supremo do avô. Completada a gestação de Atena, Zeus passou a ter uma dor de cabeça insuportável. Chamou Hefesto, o deus das forjas, e ordenou-lhe que golpeasse seu crânio com o machado. Dali saiu vestida e armada com uma lança, dançando a pírrica (dança de guerra), a grande deusa Atena.


Hera, segunda mulher de Zeus, a protetora dos amores legítimos, ao ter conhecimento das relações amorosas de Sêmele com seu esposo, resolveu eliminar a rival. Transformando-se na ama da princesa tibetana, aconselhou-a a pedir ao amante que se lhe apresentasse em todo o seu esplendor. Zeus tentou dissuadi-la, pois um mortal não suportaria a epifania de uma divindade imortal.


Mas, como havia jurado nunca contrariar seus desejos, Zeus se apresentou a Sêmele em toda a sua grandeza. Os fogos de seus raios incendiaram o palácio de Cadmo e a princesa morreu carbonizada. Ao morrer, deixou escapar o fruto inacabado de suas entranhas. Zeus, então, recolheu o embrião, fechou-o em sua coxa, conservando-o até que completasse a gestação. Deste ventre paterno nasceu Dionísio.


Entretanto, como aponta o resultado da pesquisa, há mais chance de o pai não ficar ansioso se ele participar da gestação e do parto da criança. Além disso, ao contrário de outras épocas, hoje ele toma parte muito mais do cotidiano dos seus filhos. E quanto mais isso ocorrer, menos motivos ele terá para se sentir excluído ou inferior.

######Regina Navarro Lins é psicanalista e escritora, autora do livro “A Cama na Varanda”, entre outros


Deixe seu Comentário

Leia Também

Nasa anuncia descoberta de água em estado líquido na Lua
Água na Lua

Nasa anuncia descoberta de água em estado líquido na Lua

26/10/2020 16:27
Nasa anuncia descoberta de água em estado líquido na Lua
Ciclismo se torna terapia e superação em Dourados
Biketerapia

Ciclismo se torna terapia e superação em Dourados

26/10/2020 13:20
Ciclismo se torna terapia e superação em Dourados
Turismo no Mato Grosso do Sul conquista selo Safe Travels, da WTTC
Selo internacional

Turismo no Mato Grosso do Sul conquista selo Safe Travels, da WTTC

04/10/2020 11:13
Turismo no Mato Grosso do Sul conquista selo Safe Travels, da WTTC
"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Recreação

"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos

25/09/2020 07:23
"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
Condenação

Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida

21/09/2020 16:57
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
Últimas Notícias