Dourados – MS domingo, 11 de abril de 2021
Dourados
36º max
22º min
Influx - Campanha 2021
Variedades

Harley-Davidson assume operação no Brasil e anuncia nova fábrica

15 Fev 2011 - 18h10
Harley-Davidson assume a operação no Brasil
 - Crédito: Foto: DivulgaçãoHarley-Davidson assume a operação no Brasil - Crédito: Foto: Divulgação
Após 11 meses da batalha judicial com o HDSP/Grupo Izzo, representante oficial da marca norte-americana no Brasil, a Harley-Davidson assumiu a operação no Brasil desde o dia 8 de fevereiro. Durante uma coletiva de imprensa, realizada nesta terça-feira (15), a empresa anunciou seus planos para o mercado nacional, que inclui uma nova planta em Manaus (AM) e pelo menos 10 concessionárias próprias até o final do ano.

Por enquanto, apenas duas unidades estão em funcionamento – em São Paulo (SP) e Belo Horizonte (MG) – e operando temporariamente como centros de serviços para atender os proprietários das motocicletas da marca que ficaram “órfãos” durante o período de transição com a falta de peças para reposição. As vendas serão retomadas somente em março.

Além da inauguração da rede de concessionárias própria e da nova unidade de montagem, a Harley-Davidson terá uma sede em São Paulo e um centro de distribuição de peças na região do Rodoanel. De acordo com o diretor industrial da Harley-Davidson do Brasil, Celso Ganeko, o centro de distribuição irá reduzir o tempo de entrega de 15 dias para 1 dia em São Paulo e para 3 dias em outros estados.

“Primeiro estamos arrumando a casa para depois iniciar as vendas”, afirma o diretor-superintendente Comercial da Harley-Davidson, Longino Morawski. “O plano de expansão das concessionárias é muito importante nesse processo, por isso teremos neste ano lojas em todas as cidades onde a marca já estava presente e depois iniciaremos uma segunda fase que contempla outras regiões.”

Em 2011, estão na rota da empresa as cidades de Brasília (DF), Campinas (SP), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS) e Rio de Janeiro (RJ). A inauguração da nova fábrica, que está em processo de fundição, está prevista para agosto e terá capacidade de produção de até 20 mil unidades. A empresa, no entanto, não divulgou o valor do investimento e as projeções para os próximos anos.

“Apesar de todas as ações esperamos que esse ano seja muito semelhante a 2010, com cerca de 4 mil unidades vendidas no ano. Agora é hora de organizar a rede”. Para os proprietários de motocicletas Harley-Davidson que necessitem de peças e serviços de manutenção, a empresa disponibiliza o telefone 0800-724-1188 e o e-mail [email protected]

Linha 2011
Este ano, a Harley-Davidson continuará a comercialização dos 13 modelos (família Sportster, Dyna, Softail, Touring e VRSC) que já eram montados no país. Os preços serão divulgados somente em março, mês de início das vendas

(G1)

Deixe seu Comentário