Dourados – MS sexta, 23 de julho de 2021
Dourados
30º max
14º min
Variedades

Genebra exibe soluções ecológicas para carros 'beberrões'

03 Mar 2011 - 14h10
Rolls Royce Phantom elétrico - Crédito: Foto: ReutersRolls Royce Phantom elétrico - Crédito: Foto: Reuters
Seguindo a tendência dos últimos grandes eventos da indústria automobilística, o Salão de Genebra também é marcado por tecnologias que permitam carros mais econômicos e menos poluentes. Mesmo para veículos de luxo, alguns reconhecidamente “beberrões”, as montadoras mostram seus primeiros passos nesta direção. O desafio delas nesse segmento é aliar desempenho com o mínimo de emissão.

Foi o que a Nissan fez com o conceito Esflow, um carro elétrico esportivo. “Buscamos juntar o conceito de emissão zero do Leaf [lançado em 2010] com a performance do GTR”, explicou o vice-presidente de marketing da Nissan Europa, Simon Thomas.

O protótipo é movido por dois motores de 108 cavalos cada, colocados sobre cada uma das rodas traseiras, que tracionam o veículo de forma independente. O carro vai de 0 a 100 km/h em cinco segundos e, algo raro no conceito de carros elétricos, possui uma autonomia de 240 km.

Até a Rolls-Royce entrou nessa área e apresenta em Genebra o Phantom 102EX, um modelo experimental equipado com dois motores elétricos, substituindo o tradicional V12. Curiosamente, a marca ainda não está totalmente convencida de que este é o caminho a seguir. “Ainda não decidimos se ele será produzido em série. Por enquanto, a ideia é apenas mostrar este carro aos nossos consumidores, para trocar impressões. Mas eles também gostam bastante do V12 a gasolina”, disse o gerente de produto do Phantom, Stephen Finch. O 102EX possui cerca de 390 cv, contra 460 cv do modelo a gasolina.

A BMW exibe na Suíça um passo importante dentro do seu projeto de mobilidade elétrica. O ActiveE traz a base do BMW 1er Coupé com um motor elétrico de 170 cv e tração traseira. “O modelo vai ser fundamental para desenvolvermos a tecnologia do i3, um elétrico que vai chegar ao Brasil em 2013”, revelou ao G1 o gerente de produtos Wolfram Cueppers.

Segundo ele, as tecnologias alternativas demorarão algum tempo até dominarem totalmente o mercado. “Talvez seja uma questão de décadas. O alcance dos carros com combustível ainda é imbatível. E para outras soluções, como os motores movidos a hidrogênio, ainda não existe uma estrutura que os torne viáveis”, afirmou.

Os carros híbridos já são uma realidade para muitas marcas de luxo, mas ainda um projeto para outras. A Infiniti mostrou em Genebra um conceito chamado Etherea, que fica entre um cupê e um hatchback, para seduzir o público mais jovem. O carro possui um motor de 2,5 litros a gasolina com 245 cv de potência, além de um motor elétrico que, de acordo com o fabricante, pode ser utilizado em distâncias e velocidades maiores do que a média no segmento. O alvo é a Europa, e o G1 apurou que a marca ainda não tem planos de entrar no mercado brasileiro. “Mas o estamos observando”, afirmou o chefe de comunicações Wayne Bruce.

Algumas marcas já investem há tempos nesta tecnologia e apresentam neste salão seus passos seguintes. A Audi veio com o Q5 Hybrid Quattro -ainda sem previsão de chegada ao Brasil. O motor a gasolina de 2 litros junto com um motor elétrico gera 245 cv de potência.

O gerente de produto do Q5, Michael Claus, descreve as inovações do modelo: “Seguimos duas pesquisas paralelas: uma para desenvolver a tecnologia do motor elétrico e outra para diminuir o consumo de combustível. No Q5, tornamos itens como o ar-condicionado totalmente dependente de energia elétrica. Assim, o carro gasta menos gasolina.”

Outro modelo exposto no salão é o Range Rover em versão híbrida plug-in, equipado com o motor 3.0 TDV6 a diesel. A Porsche também estreou mais um modelo híbrido, agora o Panamera, que tem 333 cv e vai de 0 a 100 km/h em seis segundos, podendo chegar a 270 km/h. O modelo de tração traseira funciona apenas com o motor elétrico até uma velocidade de 85 km/h, que o torna mais econômico. De acordo com o fabricante, ele gasta apenas 6,8 litros por cada 100 km percorridos. O híbrido também não tem previsão de chegada ao Brasil. (G1)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Câncer em cães e gatos é cada vez mais comum, afirma veterinário
IMPRESSO

Câncer em cães e gatos é cada vez mais comum, afirma veterinário

05/07/2021 13:00
Câncer em cães e gatos é cada vez mais comum, afirma veterinário
Sul-mato-grossense é eleita Miss Universo Plus Size
MERECIDO

Sul-mato-grossense é eleita Miss Universo Plus Size

30/04/2021 14:59
Sul-mato-grossense é eleita Miss Universo Plus Size
Últimas Notícias