Dourados – MS domingo, 25 de outubro de 2020
Dourados
32º max
21º min
Influx
Variedades

Gastroplastia soluciona obesidade mórbida

27 Fev 2011 - 08h56
Gastroplastia soluciona obesidade mórbida -
Indicada para pessoas com muito peso - as que sofrem da chamada obesidade severa -, a gastroplastia é uma esperança para quem já tentou todas as dietas e tratamentos possíveis e não conseguiu emagrecer. Os resultados demonstram que a gastroplastia permite a perda de até 40% do peso e, acima de tudo, abre as portas para uma vida livre dos inúmeros problemas provocados pela extrema obesidade.

A gastroplastia também é conhecida como cirurgia bariátrica e tem como principal objetivo a redução do peso do corpo. Essa cirurgia reduz o estômago em cerca de 20 centímetros cúbicos. Isso acontece por meio das variadas técnicas existentes.

Dentre elas, a mais aceita nesse tipo de cirurgia é a gastroplastia vertical com bandagem ou Capella Forbi: coloca-se uma cinta de polipropileno antes da anastomose (comunicação) do pequeno estômago com o intestino delgado. Especialistas acreditam que essa seja a técnica mais segura de gastroplastia e que pode permitir a redução de até 40% do peso da pessoa em um período de um ano.

A cirurgia diminui a capacidade do estômago em suportar a quantidade de alimentos, devido a sua redução. Com isso, o estômago enche-se rapidamente. A mensagem de saciedade é transmitida ao cérebro e faz a pessoa comer bem menos do que antes. \"Recomenda-se essa cirurgia quando todos os tratamentos clínicos, incluindo dietas, exercícios físicos e psicoterapia, já foram tentados sem sucesso\", explica Carlos Armando Lopes, coordenador da área de Alta Complexidade do Ministério da Saúde.

O consenso entre os profissionais de saúde é de que a cirurgia deve ser realizada quando a pessoa apresenta índice de massa corpórea (IMC) acima de 40 Kg/m². A recomendação da gastroplastia para quem tem IMC acima de 40 Kg/m² é regulamentada por uma portaria do Ministério da Saúde.


A partir do momento em que o paciente se submete a uma gastroplastia, ele deve estar consciente de que seus hábitos passarão por mudanças radicais. Isso significa que ele terá que comer bem menos do que antes. Com a redução da capacidade do estômago, se o paciente tentar ingerir grande quantidade de comida, poderá vomitar ou regurgitar.

O paciente também pode sofrer um efeito inverso e comer ainda menos do que a sua capacidade de absorção. O resultado disso será a desnutrição. \"Quem se submete à cirurgia deve manter um acompanhamento médico permanente\", indica Carlos Armando.

O acompanhamento médico tem início antes da cirurgia. Nesse período, o médico orienta o doente sobre o custo/benefício do método cirúrgico. O paciente é avaliado por um certo período antes que se recomende a cirurgia.

Na opinião de Carlos Armando, a gastroplastia traz grandes vantagens para o obeso mórbido. Além dos benefícios à saúde, Carlos Armando vê melhoras na auto-estima do paciente.

\"O obeso tem consigo uma valoração negativa sobre sua competência, já que falhou muitas vezes num comportamento tão básico como o de se alimentar. Sua sensação é de falência e sua avaliação fica presa nesse ciclo vicioso de perder peso e, depois, invalidar todo seu sacrifício\", observa.

O coordenador de Alta Complexidade do Ministério da Saúde alerta que a gastroplastia precisa ser feita junto aos hospitais credenciados. O procedimento não deve acontecer de maneira indiscriminada e sem necessidade.

\"A cirurgia realizada de forma indevida pode acarretar vários problemas, como riscos cirúrgicos imediatos e pós-operatórios, complicações nutricionais e até distúrbios emocionais\", observa Carlos Armando. \"Deve-se informar que é necessário um acompanhamento emocional na fase pré-operatória, para evitar problemas como a depressão\", ressalta.

#####ALTO RISCO

- Estar acima do peso não é algo recomendável. Estar muito acima é pior ainda. A obesidade mórbida ou severa é acompanhada de uma série de complicações que comprometem a saúde e põem em risco a vida do paciente. São distúrbios cardiovasculares, ortopédicos, digestivos, endócrinos, dermatológicos e respiratórios, sem contar os problemas sociais e psicológicos, causados pela perda da auto-estima e pelo preconceito.

As estatísticas dão o alerta de uma situação perigosa. O obeso mórbido apresenta o risco de morrer dez vezes maior que uma pessoa com peso normal. A expectativa de vida também é reduzida - 20% a menos do que teria com uma massa corpórea bem menor.

Existem vários procedimentos para o tratamento da obesidade, já que ela pode apresentar causas diferenciadas, de fatores endócrinos e hereditários a uma rotina desregrada. Vale mencionar que uma alimentação adequada - com mais fibras e menos gorduras - e exercícios físicos de forma sistemática são absolutamente necessários para uma vida saudável.

Evitar a obesidade, não apenas a mórbida, é prevenir uma série de agravos à saúde, como a hipertensão e a diabetes. Essas doenças atingem milhões de pessoas no mundo inteiro. Suas complicações, além de levar à morte, resultam em enormes gastos para os sistemas de saúde.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Turismo no Mato Grosso do Sul conquista selo Safe Travels, da WTTC
Selo internacional

Turismo no Mato Grosso do Sul conquista selo Safe Travels, da WTTC

04/10/2020 11:13
Turismo no Mato Grosso do Sul conquista selo Safe Travels, da WTTC
"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Recreação

"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos

25/09/2020 07:23
"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
Condenação

Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida

21/09/2020 16:57
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
MTur disponibiliza R$ 13,5 milhões para ações de retomada do turismo nos estados
Turismo

MTur disponibiliza R$ 13,5 milhões para ações de retomada do turismo nos estados

21/09/2020 10:36
MTur disponibiliza R$ 13,5 milhões para ações de retomada do turismo nos estados
O julgamento de Deus
Artigo

O julgamento de Deus

17/09/2020 08:51
O julgamento de Deus
Últimas Notícias