Dourados – MS quarta, 25 de novembro de 2020
Dourados
35º max
21º min
Influx
Imaculada-Mobile
Conjuntura

Fôlego

01 Mar 2016 - 09h39
Reinaldo Azambuja (PSDB) não cansa de comemorar a decisão da União de permitir que sua gestão, a exemplo de outros estados, refinancie as dívidas contraídas com o governo federal.


Disse ontem que, com a renegociação, poderá investir pelo menos R$ 1,6 bilhão na ampliação, reestruturação e modernização das rodovias de MS. O dinheiro permitirá que pelo menos 900 km de rodovias recebam pavimentação asfáltica e outros 250 km já pavimentadas sejam recuperados.

##### Redução


Ao participar da troca de comando da Polícia Militar, no Parque dos Poderes, Azambuja lembrou que o “espaço fiscal” aberto após o refinanciamento da dívida com a União possibilitará que o Estado tenha os juros das dívidas reduzidos, dos atuais 21% para 4%, o que permitirá o investimento esperado nas rodovias.

##### Degola


O Senado anunciou que pretende esperar o avanço dos inquéritos sobre Delcídio do Amaral (PT-MS) no STF (Supremo Tribunal Federal), antes de dar prosseguimento ao processo contra o parlamentar sul-mato-grossense no Conselho de Ética da Casa. A estratégia é defendida pelo presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL).


Renan avalia que faltam informações sobre os casos em tramitação no STF. “O Conselho de Ética não tem como inverter o processo e fazer um julgamento político sem saber o que acontece no processo judicial. É preciso conectar as coisas”, disse o alagoano.

##### Combustíveis


O Plenarinho da Assembleia Legislativa será palco, nesta terça-feira (1º), de mais uma reunião dos integrantes da CPI dos Combustíveis. A reunião ocorre entre às 14h e 18h. O colegiado investiga eventuais irregularidades nos preços praticados na distribuição e comercialização de combustíveis em Mato Grosso do Sul.


Além disso, apura denúncias de supostas formação de cartel e de dumping (venda abaixo do preço de custo) em alguns municípios do Estado.

##### Pé de guerra


Os vereadores da Capital estão revoltados com as titulares das secretarias municipal Educação e Políticas e Ações Sociais e Cidadania. Tudo porque Leila Machado e Marcela Rodrigues Carneiro deixaram de atender, na manhã de ontem, uma convocação da Câmara para prestar esclarecimentos sobre as demissões de 47 diretores da Reme e de Ceinfs.


Leila deveria apresentar os critérios usados para as demissões dos diretores e Marcela justificar as supostas falhas existentes nas políticas públicas de acessibilidade para deficientes físicos na Capital.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Nasa anuncia descoberta de água em estado líquido na Lua
Água na Lua

Nasa anuncia descoberta de água em estado líquido na Lua

26/10/2020 16:27
Nasa anuncia descoberta de água em estado líquido na Lua
Ciclismo se torna terapia e superação em Dourados
Biketerapia

Ciclismo se torna terapia e superação em Dourados

26/10/2020 13:20
Ciclismo se torna terapia e superação em Dourados
Turismo no Mato Grosso do Sul conquista selo Safe Travels, da WTTC
Selo internacional

Turismo no Mato Grosso do Sul conquista selo Safe Travels, da WTTC

04/10/2020 11:13
Turismo no Mato Grosso do Sul conquista selo Safe Travels, da WTTC
"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Recreação

"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos

25/09/2020 07:23
"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
Condenação

Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida

21/09/2020 16:57
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
Últimas Notícias