Dourados – MS terça, 02 de março de 2021
Dourados
34º max
23º min
Influx
Variedades

Fôlego de caixa

01 Fev 2016 - 10h08
Fôlego de caixa -
O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), acaba de ganhar um fôlego de caixa por conta da arrecadação, até a última sexta-feira (29), de um pouco mais de R$ 180 milhões com o IPTU.


Com os recursos, Bernal, que reassumiu a prefeitura no final de 2015 e encontrou os cofres praticamente vazios, espera pagar em dia e sem escalonamento, os salários de fevereiro, depositados no início de março.

##### Afinados


O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) abrirá o ano Legislativo na Assembleia Legislativa, amanhã (2), com um discurso que deve mesclar agradecimentos aos deputados pelo apoio, em 2015, a projetos de interesse do governo e pedidos de mais parceria dos parlamentares com o Executivo neste ano.


No discurso, Azambuja também deverá reforçar a defesa do “pacotaço fiscal” aprovado pelos deputados no final de 2015 e que, na concepção do tucano, vai servir para, além de aumentar as receitas, amenizar os problemas de caixa do Executivo e permitir novos investimentos em MS.

##### Nepotismo


O MPE (Ministério Público Estadual) deu 10 dias para que o prefeito de Alcinópolis, Ildomar Carneiro Fernandes (PMDB), exonere três parentes seus que desde 2013 atuam na prefeitura. As contratações, que afrontam a Lei do Nepotismo, envolvem nomeações em cargos de secretários.


Devem ser exonerados, a filha do prefeito, Neiva Leite Carneiro, nomeada como Secretária de Saúde, a sobrinha dele, Karita Leite de Souza, que comanda a pasta da Administração, e o sobrinho Wellington Carneiro de Carvalho, Secretário de Obras da cidade.

##### De ombros


O governo federal empurra, com a barriga, pedido do governo de MS para que seja reconhecida situação de emergência no Estado por causa da epidemia de dengue e de registros, cada vez mais crescentes, de ocorrências do Zica vírus.


No pedido, encaminhado para o Ministério da Integração Nacional, o governo de MS pede que a União disponibilize recursos, repelente e material para trabalho a campo para prevenção e combate ao mosquito Aedes aegypti.

##### Por conta


Enquanto o governo de Dilma Rousseff (PT) parece querer dar de ombros na solicitação do governo de Reinaldo Azambuja (PSDB) acerca das medidas requeridas para o combate e prevenção à dengue e Zica vírus, a administração do tucano se vira como pode para tentar reduzir os riscos de contágio pelas duas doenças, além da chikungunya.


Além do trabalho diário de combate a essas doenças, o governo de Azambuja avança nas parcerias, com a comunidade, para fazer frente às epidemias. Depois do setor religioso, o governo prepara parcerias com o agronegócio, indústria e comércio nesse sentido.

Deixe seu Comentário