Dourados – MS sábado, 10 de abril de 2021
Dourados
35º max
22º min
Influx - Campanha 2021
Atenta

E agora José?

14 Jul 2016 - 06h00
E agora José? -
O assunto que toma conta das rodinhas em Dourados é sobre quem será escolhido vice de quem. Ontem a coluna publicou sobre a decisão do DEM em entregar o cargo de vice que era do partido ao PSB. Essa transferência de direito por parte do DEM na pessoa do líder do partido no estado deputado estadual Zé Teixeira teve o aceite do prefeito Murilo Zauith que na hora já preencheu uma lista com cinco nomes e agora cabe ao deputado Zé Teixeira escolher qual dos cinco interessa para vice.


##### A bolsa


Será que Zé Teixeira vai escolher Maurício Lemes, ou seria Laércio, Eduardo Marcondes, Marinisia ou Waltinho Carneiro. A bolsa aposta tudo no nome de Marinisia, por diversas razões e dentre elas a principal, simplesmente porque desde o começo o nome de Marinisia foi colocado como vice de alguém, tudo iria depender do andar da carruagem.

##### Caminho das pedras


O nome dela já foi cotado para ser vice até mesmo de quem não emplacou como candidato a prefeito e agora seria muita coincidência ou obra do acaso que ela estivesse integrando uma lista para ser vice do deputado Geraldo Resende (PSDB) em eleição que tende a ser polarizada com a vereadora Délia Razuk. Entre ser candidata a vice de quem não tem nenhuma chance e ser de quem tem, ela prefere ficar com a segunda opção, pois apesar de nunca ter sido candidata, Marinisia sabe o caminho das pedras na política porque sempre integrou a administração publica. E como sabe.

##### O contrapeso


O nome de Marinisia encontra algumas resistências internas, porem, externamente tem lá suas vantagens. Traz consigo a colônia nipônica que por sinal é muito forte e unida não somente em Dourados como em todo o Brasil. Outro fator favorável a nissei é o fato dela ser uma mulher com raízes em Dourados. Geraldo Resende terá sua candidatura polarizada com a candidatura de uma mulher e a Marinisia de vice seria um contrapeso nesta questão.

##### Olho Puxado


O fato é que Marinisia está com olho puxado na vaga de vice antes mesmo de se afastar do cargo de secretária municipal de educação. Ela quer começar na vida política sendo candidata a vice. Caso não vingue será a vereadora. Mas agora pelo jeito vai vingar. Tudo depende de Zé Teixeira.

##### Ajuda ou atrapalha?


E o vice da candidata Delia quem seria na ordem do dia?. Tem vários nomes sendo colocados, dentre eles o do radialista Antônio Neres que e filiado ao Partido da Republica. Existem outros nomes especulados, dentre eles o do ex-prefeito Laerte Tetila do PT. Pode parecer que não, mas a escolha do vice sempre foi uma decisão muito delicada. O vice pode ajudar a não vencer as eleições, mas pode muito bem fazer perder as eleições. Eis a grande questão. Como diziam os antigos. O candidato a vice pode não ajudar, mas atrapalha que é uma beleza.

##### No Cerrado


Por falar em PR, no próximo sábado dia 16 Dourados vai sediar o grande encontro do Partido da República de Mato Grosso do Sul, acontece no Cerrado Brasil. Estão previstas a participação de centenas de correligionários republicanos da região sul do Estado que compreende a Grande Dourados, Vale do Ivinhema e Cone Sul.

##### Novas regras


Conforme a deputada estadual Grazielle Machado, que está à frente da realização do evento, o encontro terá o propósito de empossar as presidentes do PR Mulher, discutir as pré-candidaturas dos municípios e orientar os pré-candidatos a prefeitos e vereadores sobre as novas regras das eleições municipais 2016.

##### Grande momento


"Faremos deste encontro um grande momento. Além do roteiro oficial do qual o evento está proposto, poderemos reunir nossos companheiros, discutir idéias e projetos em prol de toda a população sul-mato-grossense", explicou a deputada Grazielle na capital.

##### E as convenções?


As convenções partidárias deverão ocorrer somente entre os dias 20 de julho e 5 de agosto e só serão permitidas nas cidades onde as legendas possuírem diretórios municipais ou comissões provisórias.

##### Órgãos partidários


Caso contrário, o encontro poderá ser impugnado a pedido de outra sigla. Para que os órgãos partidários passem a valer oficialmente, o representante do partido deverá registrá-los no site do Tribunal Superior Eleitoral.

##### Comissões provisórias


Os partidos políticos ou coligações partidárias que queiram concorrer às Eleições Municipais 2016 devem informar, obrigatoriamente, à Justiça Eleitoral de seu respectivo estado o número do Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) de seus órgãos de direção municipais ou comissões provisórias.

##### Órgão de direção


Poderá participar do pleito a agremiação que tenha, até a data da convenção, órgão de direção constituído no município, devidamente anotado no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) competente (Resolução TSE nº 23.455/2015).

##### Regional e local


Todos os níveis de representação partidária (nacional, regional e local) são obrigados à inscrição individual no CNPJ junto a Secretaria da Receita Federal do Brasil (RFB), por serem considerados pessoas jurídicas de direito privado. Para isso, a comissão provisória ou o diretório partidário precisa dirigir-se à Receita Federal para obter a inscrição no CNPJ e, em seguida, informar a numeração ao respectivo TRE, por meio do Sistema de Gerenciamento de Informações Partidárias (SGIP) disponível nos sites dos regionais.

##### Própria Justiça


Com a proximidade do início da campanha, recomenda-se que os partidos atentem para a regularidade da sua situação cadastral no CNPJ e na própria Justiça Eleitoral, conforme destaca o titular da Assessoria de Exame de Contas Eleitorais e Partidárias do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Eron Pessoa.

##### Que frase!


"Eu sei que eu não sou perfeito e não tenho a pretensão de ser. Portanto, antes de apontar seus dedos tenha certeza de que suas mãos estão limpas…" (Bob Marley)

Deixe seu Comentário