Dourados – MS terça, 07 de julho de 2020
Dourados
31º max
17º min
Variedades

Diretor da Renault faz denúncias por difamação em caso de espionagem

19 Jan 2011 - 16h25
Renault afirma ser vítima de espionagem industrial
 - Crédito: Foto: AFPRenault afirma ser vítima de espionagem industrial - Crédito: Foto: AFP
O executivo Michel Balthazard, um dos três ex-funcionários da Renault suspeitos de vender segredos industriais do carro elétrico desenvolvido pela empresa francesa, apresentou nesta quarta-feira (19) uma queixa-crime alegando difamação em seu afastamento.

A fabricante de veículos francesa afirma que foi vítima de uma rede organizada internacional, que tentou roubar da empresa informações econômicas, tecnológicas e estratégicas a favor de interesses estrangeiros. O foco da espionagem seria os veículos elétricos, a principal aposta do Grupo Renault Nissan para os próximos anos.

O advogado de Balthazard, Pierre-Olivier Sur, afirmou à emissora de rádio \"France Info\" que seu cliente, que recebeu uma carta de demissão por \"falta grave e flagrante às obrigações de confidencialidade e de lealdade\", decidiu \"mover todas as ações judiciais contra as pessoas e atos que atentaram contra sua honra\".

Sur informou que a denúncia foi feita à Promotoria de Paris e garantiu que não há nenhum elemento para poder criticar Balthazard por ter entregue segredos industriais, e, por isso, as suspeitas que recaem sobre ele \"não têm fundamento\".

O fabricante automobilístico francês apresentou no último dia 13 uma denúncia à Justiça da França por \"espionagem industrial, corrupção, abuso de confiança, roubo e encobrimento cometidos por uma quadrilha organizada\".

O jornal \"Le Figaro\" revelou este mês que a suposta rede utilizou uma conta bancária na Suíça e outra em Liechtenstein, com 500 mil euros e 130 mil euros, respectivamente, e apontou que o dinheiro procedia da China Power Grid Corporation, um gigante da distribuição elétrica com base em Pequim. No entanto, a China nega qualquer envolvimento no caso de espionagem industrial.

Apesar do ocorrido, a Renault afirma que não deu tempo de a empresa ser prejudicada. “Nenhum tesouro tecnológico ou estratégico, no que diz respeito a inovações, vazou para fora da empresa, incluindo as 200 patentes inscritas ou em processo de inscrição”, declarou a companhia ao jornal francês \"Le Figaro\".

(autoesporte.com)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Proposta determina que igrejas e templos sejam atividades essenciais na pandemia
Brasil

Proposta determina que igrejas e templos sejam atividades essenciais na pandemia

30/06/2020 18:10
Proposta determina que igrejas e templos sejam atividades essenciais na pandemia
Alimentação saudável é fundamental para fortalecer sistema imunológico
Entrevista

Alimentação saudável é fundamental para fortalecer sistema imunológico

24/06/2020 14:29
Alimentação saudável é fundamental para fortalecer sistema imunológico
Rodada internacional de negócios vai aproximar indústrias de alimentos e bebidas de MS
Bem-Estar

Rodada internacional de negócios vai aproximar indústrias de alimentos e bebidas de MS

10/06/2020 19:37
Rodada internacional de negócios vai aproximar indústrias de alimentos e bebidas de MS
AApoiadores Dourados realiza leilão virtual em prol do Hospital de Amor
Leilão Virtual

AApoiadores Dourados realiza leilão virtual em prol do Hospital de Amor

27/05/2020 17:30
AApoiadores Dourados realiza leilão virtual em prol do Hospital de Amor
Isolamento social dispara venda de produtos eróticos em Dourados
Variedades

Isolamento social dispara venda de produtos eróticos em Dourados

19/05/2020 18:34
Isolamento social dispara venda de produtos eróticos em Dourados
Últimas Notícias