Dourados – MS sexta, 25 de setembro de 2020
Dourados
35º max
19º min
Variedades

Conversa dura

25 Fev 2016 - 06h00
Pessoa atenta, revelou que o prefeito Murilo Zauith (PSB) teria tido uma conversa muito dura com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) na última sexta-feira em Campo Grande. A conversa se refere a repasses que o estado tinha obrigação de fazer com o município e não teria feito. “Não sou moleque”, teria dito o prefeito ao governador. A conversa teria surtido efeito, pois na semana seguinte já começou a pingar na horta da prefeitura de Dourados.

##### CD do Jabá


Na época em que o prefeito de Dourados era Laerte Tetila (PT) o mesmo cooptou o vereador Mané Dourado para sua base na Câmara de Vereadores e o ex-prefeito Braz Melo, adversário de Tetila, conforme sátira do CD do Jabá Fest, disse que Braz assim reagiu: “Roubaram o meu Manezinho”. Agora que Braz perdeu o PRB deve estar lamentando: “Roubaram o meu naniquinho”.


##### Tirou o partido


E o Braz Melo que ainda alimenta a ideia de ressuscitar na cena política formando o Bloco dos Dinossauros teria ligado para uma emissora de rádio para dedicar essa música especialmente ao presidente do PRB no Estado. “Você abusou, tirou o partido de mim, abusou”.


##### No grampo


O senador Delcídio do Amaral (PT) falou pela primeira vez ontem a uma emissora de rádio de Mato Grosso do Sul após ter sido solto da prisão onde ficou quase três meses. O senador afirma que sua prisão baseada na gravação dele foi ilegal porque deveria ter sido autorizada pelo STF. Alegou também que não teme ser punido por falta de decoro parlamentar pois sua conversa com o filho de Cerveró foi descontraída que aconteceu durante um momento de lazer e não de exercício do mandato. “Eu sou amigo deles e estava apenas orientando-os em um momento de desespero da família”, disse o senador.


##### Da Saúde


Delcídio do Amaral também disse que deve voltar ao Mato Grosso do Sul, em breve e antes de voltar ao senado quer saber como anda a sua saúde. Delcídio ficou quase três meses preso depois do flagrante ocorrido em 25 de novembro de 2015 acusado de atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato. “Ele também alega ilegalidade no flagrante”. Delcídio pode perder o mandato.


##### Bem pior


A Folha de São Paulo afirmou recentemente que interlocutores ligados ao senador Delcídio do Amaral foram encarregados de mandar recados para os colegas de parlamento, em que o Delcídio teria afirmado que na hipótese de ser cassado, “levaria metade do Senado”, o petista preferiu não retornar ao Senado na última terça-feira (23). O assunto repercutiu de forma negativa na Casa de Leis e o clima para Delcídio que já não era bom ficou bem pior.


##### Boca no trombone


Aconselhado pelos advogados, o senador foi ao senado na terça. No entanto, Delcídio tratou de se retratar e ligar para alguns colegas parlamentares negando a informação. Segundo a Folha, a frase foi encarada pelos colegas como uma ameaça e que o senador estaria disposto a entregar seus pares, caso perca a cadeira no Senado..


##### Prisão domiciliar


Envolvido nas investigações da Lava Jato e cumprindo prisão domiciliar, o contato com o senador acabou constrangendo seus colegas. De acordo com alguns deles, as conversas não se estenderam e os parlamentares evitaram fazer perguntas, o que revela o escasso apoio que Delcídio deve ter ao reassumir o seu trabalho no Senado.


##### Vice-líderes


Durante a tarde, senadores se revezaram na tribuna do plenário da Casa para cobrar uma explicação sobre as ameaças. O senador Telmário Mota (PDT-RR), um dos vice-líderes do governo que passou a substituir Delcídio após a sua prisão em novembro do ano passado, questionou o petista.


##### Sob suspeição


“Em sendo verdade essa declaração, eu faço um apelo, se Vossa Excelência não falou, que desfaça essa fala, mas se falou, declina os nomes daqueles que acha que deverão cair com o senhor”. O que não pode é que todos fiquem sob suspeição”, disse.


##### A reação


Segundo a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), Delcídio telefonou para ela após ver a reação de seus colegas em plenário. O senador afirmou não ter nunca falado sobre delatar outros senadores e negou que tenha feito ameaças.


##### Escasso apoio


Delcídio também ligou para outros parlamentares que questionaram publicamente seu posicionamento. Envolvido nas investigações da Lava Jato e cumprindo prisão domiciliar, o contato com o senador acabou constrangendo seus colegas. De acordo com alguns deles, as conversas não se estenderam e os parlamentares evitaram fazer perguntas, o que revela o escasso apoio que Delcídio deve ter ao reassumir o seu trabalho no Senado.


##### Como pretende?


Segundo o líder do PT na Casa, Humberto Costa (PT­-PE), Delcídio está temporariamente desligado da bancada do PT. Isso porque o diretório nacional do partido suspendeu a sua filiação até que haja uma reunião para decidir sobre a sua expulsão da legenda. Além dos senadores que o questionaram publicamente, Delcídio tem procurado outros colegas para contar como pretende reassumir o mandato.


##### Nunca na história


Delcídio disse que pretende resolver questões jurídicas e burocráticas com seus advogados, por isso não voltou ao senado na ultima terça, além de ter recebido a recomendação médica para fazer exames de check­up. Delcídio deve estar traumatizado com celular. Por causa de um gravador de celular ele ficou três meses na cadeia, sendo o primeiro senador na história do País a ser preso em pleno exercício do mandato. Entrar para a história dessa maneira é ruim hein.


##### Que frase!


“Nossa vida é a soma dos resultados das escolhas que fazemos, consciente ou inconscientemente. Se somos capazes de controlar nosso processo de escolher, podemos controlar todos os aspectos de nossas vidas. Desfrutamos, então, da liberdade que vem do fato de estarmos em controle de nós mesmos.” (Robert F. Bennett).

Deixe seu Comentário

Leia Também

"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Recreação

"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos

25/09/2020 07:23
"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
Condenação

Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida

21/09/2020 16:57
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
MTur disponibiliza R$ 13,5 milhões para ações de retomada do turismo nos estados
Turismo

MTur disponibiliza R$ 13,5 milhões para ações de retomada do turismo nos estados

21/09/2020 10:36
MTur disponibiliza R$ 13,5 milhões para ações de retomada do turismo nos estados
O julgamento de Deus
Artigo

O julgamento de Deus

17/09/2020 08:51
O julgamento de Deus
Professor de Medicina explica sobre a qualidade do sono
Saúde

Professor de Medicina explica sobre a qualidade do sono

13/09/2020 10:11
Professor de Medicina explica sobre a qualidade do sono
Últimas Notícias