Dourados – MS quarta, 12 de agosto de 2020
Dourados
29º max
18º min
Segurança e Saúde JBS
Conjuntura

Céleres

30 Jun 2016 - 06h00
Encontro às escondidas entre políticos de diferentes partidos é, no mínimo, prenúncio de acerto antes que as convenções batam à porta pedindo passagem. Isso deve ter ocorrido em recente almoço envolvendo representantes do PMDB, PR e PTB. Estranho mesmo foi ver republicano sentado à mesa com siglas que passam longe do projeto tucano.


Ou seja, a presença de Giroto (PR) num encontro com André e Nelsinho atiçou o ânimo de muita gente no meio político.


##### Quietinho


Pelas bandas do PSD, Marquinhos Trad não revela os nomes dos futuros parceiros, mas apenas aparece bem na mídia e explorando ao máximo o tempo reservado ao partido na TV. À mineira, deverá, em breve, anunciar as siglas que vão dar musculatura à sua candidatura a prefeito de Campo Grande.


Pelo que se sabe, o PTB de seu irmão Nelsinho deve voar em outras direções caso não emplaque o projeto do ex-prefeito. O PMDB pode ser o destino dos getulistas, ao menos nessas eleições. 
 
##### Cão e gato


Mesmo perto do fim do mandato, prefeito e vereadores não se entenderam até agora. Depois de cassarem o mandato de Alcides Bernal (PP) e o engolirem de volta ao cargo, todos os dias se digladiam por uma questão ou outra. Desta vez, acusam o chefe do Executivo de não responder requerimentos e prometem denunciá-lo no Ministério Público.


Se vão lograr êxito não se sabe, mas o barulho em torno do assunto é grande.

##### Reprovado


Simone Tebet (PMDB-MS) reprovou o entendimento do ex-ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, sabatinado pela Comissão Especial do Impeachment, como testemunha de defesa no processo contra a presidente afastada Dilma Rousseff.


Ele afirmou que os fatos que integram a denúncia devem ser analisados à luz do interesse público, não isoladamente, e disse que Dilma cumpriu princípios constitucionais ao garantir dinheiro para políticas sociais.
Simone Tebet

##### Reação


Simone reagiu dizendo que os atos da presidente devem ser julgados objetivamente por aquilo que foram, e observou que eles prejudicaram a assistência social do governo.


"Não se faz social sem o orçamento equilibrado. Política fiscal é responsável pela estabilidade econômica, pela distribuição de renda e pelos serviços essenciais", sentenciou.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Especialista ensina como organizar a casa em tempos de pandemia
Dourados

Especialista ensina como organizar a casa em tempos de pandemia

04/08/2020 13:00
Especialista ensina como organizar a casa em tempos de pandemia
Justiça se adapta para manter processos de adoção durante pandemia
Adoção na Pandemia

Justiça se adapta para manter processos de adoção durante pandemia

03/08/2020 16:25
Justiça se adapta para manter processos de adoção durante pandemia
Agosto Lilás:  Mulheres sofrem "pandemia da violência"
Mulher

Agosto Lilás: Mulheres sofrem "pandemia da violência"

03/08/2020 10:03
Agosto Lilás:  Mulheres sofrem "pandemia da violência"
Branding em Arquitetura
Variedades

Branding em Arquitetura

30/07/2020 14:38
Branding em Arquitetura
Jonir Figueiredo expõe mandalas de luz
Exposição

Jonir Figueiredo expõe mandalas de luz

30/07/2020 14:35
Jonir Figueiredo expõe mandalas de luz
Últimas Notícias