Dourados – MS terça, 11 de maio de 2021
Dourados
30º max
17º min
Vacinação 2
Variedades

Cartilha alerta para extinção da fauna

20 Mar 2011 - 12h27
Presidente da Fiems Sérgio Longen entregou cartilhas a alunos da Escola do Sesi de Campo Grande - Crédito: Foto : divulgaçãoPresidente da Fiems Sérgio Longen entregou cartilhas a alunos da Escola do Sesi de Campo Grande - Crédito: Foto : divulgação
DOURADOS - Cartilhas dos projetos “Fábrica Verde” e “Em Nome das Cidades”, lançados em fevereiro, chamam a atenção para o aumento do número de espécies da fauna pantaneira ameaçadas de extinção. O material, que também conta as origens dos nomes das cidades de Mato Grosso do Sul, foi distribuído a alunos da Escola do Sesi de Campo Grande esta semana, pelo presidente da Fiems, Sérgio Longen.

Ao todo já foram encaminhadas às prefeituras de 20 municípios do Estado contemplados pelos projetos 89,4 mil cartilhas do “Fábrica Verde” e 163,5 mil cartilhas do “Em Nome das Cidades” para serem entregues para os alunos das escolas das redes pública e privada das respectivas cidades.

Em Campo Grande estão sendo distribuídas para as escolas públicas e particulares 22 mil cartilhas do “Fábrica Verde” e 46,2 mil cartilhas do “Em Nome das Cidades”. O restante das cartilhas foi encaminhado para as cidades de Amambai, Aquidauana, Bataguassu, Corumbá, Dourados, Eldorado, Iguatemi, Jardim, Maracaju, Naviraí, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Paranaíba, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, São Gabriel do Oeste, Sidrolândia, Sonora e Três Lagoas.

#####RESPONSABILIDADE

“A entrega das cartilhas faz parte da ação de responsabilidade social e de educação do Sistema Fiems no âmbito dos dois projetos, que também inclui a exibição de curtas-metragens de 1 minuto de duração nas TVs do Estado”, explicou Sérgio Longen aos alunos da Escola do Sesi da Capital durante a entrega das cartilhas. “Esse contato com os estudantes permite que eles entendam o empenho do setor produtivo e se engajem nessa ação de responsabilidade sócio-ambiental, além de incentivar uma maior dedicação aos estudos”, destacou.

Para a diretora da Escola do Sesi de Campo Grande, Marly Fátima Rondon de Andrade, a iniciativa do presidente da Fiems de entregar pessoalmente as cartilhas aos alunos reforça a importância dos dois projetos no processo educacional dos estudantes. “Eles acrescentam muito na formação dos nossos alunos, pois trabalham a educação para a sustentabilidade e o desenvolvimento do planeta”, pontuou.

Já o professor de educação física Elker Alex Oliver diz que os projetos são uma grande oportunidade de contribuir para a sensibilização dos alunos para questões primordiais. “As cartilhas são bem atrativas para as crianças que vão poder aprender se divertindo. É muito importante para a boa formação deles o conhecimento sobre o nome das cidades e também sobre os animais que correm o risco de extinção”, afirmou.

A estudante Taynara Gabrielly Vilela, de 9 anos, aluna do 5º ano do Ensino Fundamental da Escola do Sesi, disse que gostou muito da cartilha do projeto “Fábrica Verde”. “Eu gosto muito de animais e achei interessante saber os que podem ser extintos e por isso precisamos proteger”, disse. Já a estudante Letícia de Santana Maia, também de 9 anos, gostou mais da cartilha do projeto “Em Nome das Cidades”. “Acho que é importante saber o porquê dos nomes das cidades. É a história de cada lugar. Eu não sabia porque Campo Grande tem esse nome e agora aprendi”, afirmou satisfeita.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Sul-mato-grossense é eleita Miss Universo Plus Size
MERECIDO

Sul-mato-grossense é eleita Miss Universo Plus Size

30/04/2021 14:59
Sul-mato-grossense é eleita Miss Universo Plus Size
Últimas Notícias