Dourados – MS sexta, 19 de julho de 2019
Pauta
Bem-Estar

Setembro Amarelo: Empatia, amizade e estar disposto a ouvir o outro pode salvar vidas

10 Set 2018 - 16h29Por Ana Ostapenko
Setembro Amarelo: Empatia, amizade e estar disposto a ouvir o outro pode salvar vidas - Crédito: Aakshay-Paatil/Unsplash Crédito: Aakshay-Paatil/Unsplash

No Brasil, há um suicídio a cada 45 minutos.  Os dados mundiais indicam que ocorre uma tentativa a cada três segundos e um suicídio a cada 40 segundos no mundo. No total, chega-se a 1 milhão de suicídios no mundo. Provocar o fim da própria vida está entre as principais causas das mortes entre jovens, de 15 a 29 anos, e também de crianças e adolescentes.

No esforço para mudar esses números, a Organização Mundial da Saúde (OMS) definiu que a data de 10 de Setembro é o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio.  Há quatro anos a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), em parceria com o Conselho Federal de Medicina (CFM), promove a campanha nacional Setembro Amarelo.

Pelos dados da OMS, o suicídio é a terceira causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos. É também a sétima causa de morte de crianças entre 10 e 14 anos de idade. Idosos também estão no grupo de mais pessoas que cometem suicídio.

Outro dado importante, homens são os que mais atentam contra a própria vida e mulheres são as que mais tentam, a cada 10 suicídios, 8 são de homens e a cada 10 tentativas, 7 são de mulheres. Dentre as possibilidades de explicação para esses casos está a de que as mulheres desde muito novas são estimuladas a falar, as brincadeiras são mais elaboradas, elas aprendem a se comunicar melhor, enquanto as brincadeiras de meninos são mais ágeis e incisivas, não dando margem a interpretações ou dúvidas, isso acaba que o homem se torna um ser mais impulsivo, principalmente nesses casos.

Conversamos com o psicólogo Renisson Costa Araújo sobre esse assunto tão delicado e foi extremamente esclarecedor. Ele nos contou que o importante quando se trata de alguém que tem a intenção de cometer suicídio, é humanizar o processo, a pessoa precisa saber que o outro está ali, que esse amigo está totalmente disposto a ouvi-lo.


Outro fator preponderante na prevenção é o tempo, ganhar tempo é extremamente importante porque o ato é regido pela impulsividade e se você consegue ter um tempo para conversa, alguma distração como a família ou filhos, na maioria dos casos, as pessoas desistem de cometer o suicídio.

Viver em comunidade também ajuda a pessoa nesses casos, segundo Renisson “a amizade, estrutura familiar e até a religião são fatores protetivos a vida, tudo que envolve relação social ajuda a pessoa a se distanciar da ideia de suicídio”. Então, se você tem um amigo que está passando por uma fase ruim na vida, esteja próximo, esteja pronto, de verdade, para ouvir, para acolher, a empatia é um dos melhores remédios para as pessoas.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Corpal Incorporadora apresenta os benefícios do parque linear urbano
Informe Publicitário

Corpal Incorporadora apresenta os benefícios do parque linear urbano

21/06/2019 15:28
Corpal Incorporadora apresenta os benefícios do parque linear urbano
Pesquisa mostra impactos no bem-estar de usuários ao deixar Facebook
Variedade

Pesquisa mostra impactos no bem-estar de usuários ao deixar Facebook

06/02/2019 09:29
Pesquisa mostra impactos no bem-estar de usuários ao deixar Facebook
Molécula pode ajudar a combater insuficiência cardíaca
Pesquisa

Molécula pode ajudar a combater insuficiência cardíaca

22/01/2019 07:04
Molécula pode ajudar a combater insuficiência cardíaca
O Boticário começa a ter selo vegano em seus produtos
Cruelty Free

O Boticário começa a ter selo vegano em seus produtos

19/01/2019 09:00
O Boticário começa a ter selo vegano em seus produtos
Parcela de brasileiros que praticam exercícios físicos aumenta 24%
Bem Estar

Parcela de brasileiros que praticam exercícios físicos aumenta 24%

26/12/2018 08:29
Parcela de brasileiros que praticam exercícios físicos aumenta 24%
Últimas Notícias