Dourados – MS sexta, 18 de junho de 2021
Dourados
21º max
11º min
Cultura

UFGD tem R$ 265 mil em projetos aprovados pelo FIC

17 Ago 2016 - 06h00
Festival Douradense de Música oferece a Dourados e região, formação artística de excelência, opor-tunizando a troca de experiências. - Crédito: Foto: DivulgaçãoFestival Douradense de Música oferece a Dourados e região, formação artística de excelência, opor-tunizando a troca de experiências. - Crédito: Foto: Divulgação
A Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) teve três projetos aprovados pelo edital do Fundo de Investimentos Culturais 2016, da Secretaria de Estado de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação do Mato Grosso do Sul. Somando um valor total de R$ 265.095,00, os respectivos projetos são resultados de ações desenvolvidas dentro da Universidade e têm como objetivo principal fomentar, fortalecer e fazer circular ações culturais pelo estado e até pelo país vizinho, o Paraguai.


Dois desses projetos fo-ram aprovados na área da música. O "Festival Douradense de Música", aprovado em nome da servidora Thais Fernandes Costa, no valor de R$ 121.900,00, pretende continuar artística musical de oferecendo a Dourados e região formação artística de excelência, oportunizando a troca de experiências. Já com duas edições realizadas pela Coordenadoria de Cultura da UFGD, o Festival, também conhecido como Fesdom, oferece ao público apresentações, ensaios e concertos didáticos e conta, ainda, com workshops, masterclasses e seminários com a finalidade de capacitar o artistas da região e estimular a reflexão acerca das atividades musicais desenvolvidas na Grande Dourados.


O outro projeto musical aprovado foi "Mborahéi Rapére - Pelas Trilhas do Canto", em nome da servidora Cândida Graciela Chamorro Argüello, da Faculdade de Ciências Huma-nas, no valor de R$ 99.920,00. "Mborahéi Rapére" é um desdobramento do Música Indígena no Palco, contemplado pelo Fundo de Investimento Municipal de Dourados em 2014, resultado do projeto de extensão "Cantos e Danças", realiza-do entre 2012 e 2014 em comunidades guarani e kaiowa de Dourados e Douradina, pela UFGD, com apoio do Ministério da Cultura. Estão previstas apresentações nas cidades de Campo Grande, Dourados, Ponta Porã, Assunção (Paraguai) e em sete aldeias do Mato Grosso do Sul, localizadas nas cidades de Dourados, Caarapó, Amambai, Douradina e Aquidauana.


Na área do Audiovisual, o terceiro projeto aprovado é o "Filma Ae MS", em nome do servidor Thales Albano de Sousa Pimenta, da Assessoria de Comunicação, no valor de R$ 43.275,00. O "Filma Ae" é uma extensão da Mostra Audiovisual de Dourados, realizado há quatro edições também pela Coordenadoria de Cultura.


A proposta é realizar um total de seis oficinas, três em Dourados e três divididas entre Fátima do Sul, Lagoa Bonita (distrito de Douradina) e Glória de Dourados, todas voltadas à formação e capacitação de crianças e adolescentes na área do audiovisual, oportunizando os participantes, inclusive, a inscreverem trabalhos na próxima edição da Mostra.Serão oferecidos dois tipos de oficinas: uma de produção audiovisual voltada para adolescentes e outra de animação, na qual professores e alunos de 10 a 12 anos de escolas públicas serão capacitados para trabalhar com manuseio de softwares livres e produção de animação.


Além das oficinas, o projeto visa investir em materiais e equipamentos para melhor desenvolvimento das atividades.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS
Bebês e Crianças

Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS

17/05/2021 15:39
Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS
Últimas Notícias