Dourados – MS domingo, 07 de março de 2021
Dourados
33º max
23º min
Cassems
INOVAÇÃO

Tuk-tuk tornou-se uma ótima alternativa para driblar a crise

29 Mar 2016 - 10h38
O veículo é movido por uma moto, atinge a velocidade de 60 quilômetros por hora.
Foto: Divulgação - O veículo é movido por uma moto, atinge a velocidade de 60 quilômetros por hora. Foto: Divulgação -

O tuk-tuk ou riquixá, já caiu nas graças dos brasileiros. Trata-se de um, veículos triciclo mais comum em países asiáticos, sobretudo na Índia. O veículo mistura características de motos, como baixo consumo de combustível e o preço, e a proteção típica dos automóveis e está sendo muito utilizado no Distrito Federal e do Entorno.

O tuk-tuk já é usado nas três versões fabricado em Manaus, na linha de montagem da Motocar, e comercializadas, na Cidade do Automóvel, pelos empreendedores Marcelo Ferreira Silva e Rafael Braz, donos da Trino Motors: modelo de carga, modelo rural e modelo de passageiro.

Conhecido aqui no Brasil como triciclo, o veículo é movido por uma moto, atinge a velocidade de 60 quilômetros por hora e faz até 25 quilômetros com um litro de gasolina. Na versão para passageiros, além do condutor, os tuk-tuks carregam até duas pessoas. Já nos modelos destinados ao uso no trabalho, há apenas um acento para o condutor e muito espaço livre para mercadorias ou produtos agrícolas em bagageiros de diversos modelos.

Segundo a Resolução nº 129 do Código de Trânsito Brasileiro, o uso de capacete é dispensado para condutor e passageiros de triciclo automotor com cabine fechada. Mas devem-se utilizar cintos de segurança. Os tuk-tuks podem rodar tranquilamente se registrados como triciclos, sendo usados em passeios de turistas, por exemplo.

Inovação, estabilidade, adaptação a cada negócio atendido, proteção contra sol e chuva, agilidade e bons preços estão entre as qualidades do modelo de transporte, considerado alternativa sustentável, que custa entre R$ 16.900 e R$ 18.900, dependendo da finalidade. Embora aberta dos lados, a cabine do motorista é sempre fechada na frente e em cima, o que explica a dispensa no uso de capacete – embora a frente da moto fique aparente.

Agora, a empresa conta com um forte aliado para continuar crescendo. O Sebrae no DF já começou um atendimento à Trino Motors, focado no aumento do mercado dos veículos. Para isso, pretende inserir a empresa em feiras, eventos e rodadas de negócios, além de oferecer consultoria para ampliar os canais de comercialização dos triciclos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Sem famílias acolhedoras, crianças violentadas são retiradas das aldeias
Projeto

Sem famílias acolhedoras, crianças violentadas são retiradas das aldeias

30/11/2020 15:51
Sem famílias acolhedoras, crianças violentadas são retiradas das aldeias
Lei manda informar sobre entrega de filho para adoção
Adoção

Lei manda informar sobre entrega de filho para adoção

26/11/2020 12:36
Lei manda informar sobre entrega de filho para adoção
Novembro Roxo aborda a prematuridade e seus desafios
Saúde

Novembro Roxo aborda a prematuridade e seus desafios

16/11/2020 15:21
Novembro Roxo aborda a prematuridade e seus desafios
Dourados tem 45 cartinhas de crianças e adolescentes na Campanha de Natal do Pacijus
Boa Ação

Dourados tem 45 cartinhas de crianças e adolescentes na Campanha de Natal do Pacijus

13/11/2020 15:13
Dourados tem 45 cartinhas de crianças e adolescentes na Campanha de Natal do Pacijus
Últimas Notícias