Dourados – MS sexta, 30 de julho de 2021
Dourados
18º max
min
Bebês e Crianças

Teatro municipal sedia amanhã espetáculo Rivotril

28 Out 2015 - 07h00
Bailarino e coreógrafo Rilvan Barbosa em cena do espetáculo “Rivotril” - Crédito: Foto: A. FrotaBailarino e coreógrafo Rilvan Barbosa em cena do espetáculo “Rivotril” - Crédito: Foto: A. Frota
Amanhã é dia de “Rivotril” no Teatro municipal de Dourados. A sessão começa às 9h30 e tem entrada gratuita. O espetáculo, protagonizado pelo bailarino e coreógrafo Rilvan Barbosa, experimenta um estilo dramático no qual o intérprete criador se apropria de ideias oriundas de sua convivência social, estabelece uma linguagem direta com o espectador.


Levantando questões político-culturais permeados por conflitos pessoais, que se tornam globais nos dias de hoje, a apresentação, que será realizada pelo coreógrafo e Rilvan Barbosa, é fundamentado nas mais diversas críticas sociais. Na apresentação, ele propõe ao público a livre interpretação da cena. Por isso, o nome do espetáculo faz uma alusão à sociedade de consumo do ansiolítico (medicamento) usado para, entre outras finalidades, combater a ansiedade.


Segundo Chico Neller, as pessoas não procuram algo mais saudável, como uma terapia, por exemplo, e acabam recorrendo aos remédios. “Quando pensamos no espetáculo, Rivotril, constatamos essas situações do ser humano, nas aflições do mundo moderno e que buscam no medicamento o fator principal para a cura dos seus problemas”, observa o diretor.


Rilvan Daniel Barbosa é um artista que se dedica à pesquisa contínua na área da dança e nas suas variações, com mais de 25 anos de dança, contribui de forma significativa na formação de profissional em Mato Grosso do Sul, disseminando conhecimento técnico e artístico, tanto nas suas produções, como na formação de bailarinos conscientes. Segundo ele, o espetáculo é o resultado da parceria com o diretor, e, juntos, por meio da dança contemporânea, experimenta-se novos estilos para dialogar com o público, sobre assuntos tão presentes na nossa sociedade. Ainda, segundo Rilvan, o espetáculo segue para mais duas apresentações, em distritos de Dourados, em datas e locais a serem agendados.


O projeto “Um Outro Lugar – Pra Dançar” tem o Investimento do FIP e apoio cultural do Jornal O Progresso, Secretaria Municipal de Educação”, Paralela Comunicação” e Oficina de Interpretação Teatral (OFIT). Outras informações pelo telefone (67) 9999-0566.

Aprimoramento


Com investimento do Fundo de Investimento à Produção Artística e Cultural de Dourados (FIP), da Secretaria Municipal de Cultura, o projeto também realiza, hoje, uma oficina gratuita, intitulada “Pra Dançar”, com o diretor do espetáculo, Chico Neller e Rilvan Barbosa. A oficina, das 8h30 às 11h e das 14h às 17h, é aberta ao público e os interessados em conhecer a modalidade da dança contemporânea, com ou sem experiência. Para participar, deve ter mais de 16 anos e comparecer 30 minutos antes do horário da oficina para realizar as inscrições. As vagas são limitadas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS
Bebês e Crianças

Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS

17/05/2021 15:39
Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS
Últimas Notícias