Dourados – MS segunda, 06 de julho de 2020
Dourados
28º max
19º min
Bebês e Crianças

Taylor Swift e ‘Uptown Funk’ são os vencedores do Grammy

17 Fev 2016 - 07h00
Taylor Swift recebe prêmio de álbum do ano com o disco “1989” no 58º Grammy. - Crédito: Foto: Mario Anzuoni/ReutersTaylor Swift recebe prêmio de álbum do ano com o disco “1989” no 58º Grammy. - Crédito: Foto: Mario Anzuoni/Reuters
A 58ª edição do Grammy confirmou Taylor Swift e “Uptown Funk” como os vencedores das principais categorias da noite de segunda-feira. A cantora foi a vencedora como melhor álbum do ano, com “1989”, e a música de Mark Ronson e Bruno Mars foi escolhida a gravação de 2015. Uma brasileira também foi lembrada na noite. Antes da cerimônia de premiação, “Made in Brazil”, da pianista Eliane Elias, foi considerado o melhor álbum de jazz latino.


“Estou tão feliz de compartilhar com vocês, meus queridos amigos, que Made in Brazil acabou de ganhar o Grammy de melhor álbum latino de jazz do ano. Obrigado por todo apoio “, disse a artista em sua conta no Facebook. Eliane estava no Brasil, durante a cerimônia, e foi representada por sua filha Amanda.


“1989”, de Taylor Swift, também foi escolhido como o melhor disco de vocal pop. O clipe de “Bad Blood” foi o terceiro prêmio da noite para a cantora como o melhor do ano. Durante o agradecimento por disco do ano, Swift ainda mandou um recado a Kanye West, que lançou novo single em que diz que fez “essa vadia ficar famosa”.
“Para todas as jovens mulheres por aí: existirão pessoas que tentarão diminuir seu sucesso e levar crédito por suas realizações ou sua fama”, disse a cantora.


“Mas se vocês focarem no seu trabalho e não deixarem essas pessoas te atrapalharem, um dia quando chegarem onde estão indo, vocês olharão ao redor e perceberão que são vocês e as pessoas que amam que as colocaram lá”.


“Uptown Funk”, canção gravada por Mark Ronson em parceria com Bruno Mars, foi a grande campeão individual da noite. A música foi considerada a melhor gravação do ano, a melhor performance de pop em dupla ou grupo e o melhor remix não-clássico (a versão de Dave Audé).


O campeão de indicações do ano presente em 11 categorias, Kendrick Lamar, ainda levou o maior número de troféus ao ganhar cinco deles, mas nenhum entre os principais. A banda Alabama Shakes foi a segunda grande ganhadora em números ao levar quatro (o álbum “Sound & Color” também foi escolhido como a melhor engenharia de som de disco não-clássico).


“Thinking out Loud”, de Ed Sheeran, ainda foi eleita a canção do ano e a melhor performance solo de pop. Meghan Trainor, que fez sucesso com “All about that bass”, foi a revelação do ano.


A cantora Lady Gaga fez uma homenagem ao cantor David Bowie, que morreu em janeiro aos 69 anos. Ela cantou os clássicos “Space Oddity”, “Let’s Dance” e “Heroes”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Modernas, mães tornam-se influenciadoras digitais de sucesso em Dourados
ESPECIAL DIA DAS MÃES

Modernas, mães tornam-se influenciadoras digitais de sucesso em Dourados

10/05/2020 09:17
Modernas, mães tornam-se influenciadoras digitais de sucesso em Dourados
Isolamento impõe desafios a pais separados com guarda compartilhada
Covid-19

Isolamento impõe desafios a pais separados com guarda compartilhada

19/04/2020 10:23
Isolamento impõe desafios a pais separados com guarda compartilhada
Últimas Notícias