Dourados – MS terça, 25 de fevereiro de 2020
Dourados
33º max
23º min
Bebês e Crianças

Sansão e Dalila estreiou ontem na Record

04 Jan 2011 - 09h38
Sansão de Dalila, que estreiou ontem na Rercord - Sansão de Dalila, que estreiou ontem na Rercord -
Em 2010, a Rede Record resolveu investir pesado na teledramaturgia. Aproveitando o sucesso de A História de Ester, exibida em março do ano passado, a emissora decidiu voltar os olhos para as histórias bíblicas.

Sansão e Dalila, minissérie em 16 capítulos com texto adaptado de Gustavo Reiz e direção de João Camargo, estreiou ontem. De acordo com o diretor de teledramaturgia da emissora, Hiran Silveira, esta será a produção mais cara já desenvolvida pela emissora. O custo de cada capítulo está sendo avaliado em R$ 800 mil. Outro ponto para a atração é a convocação de atores globais para o elenco. A atriz gaúcha Mel Lisboa, há três anos na geladeira da Rede Globo, foi convidada para viver a protagonista Dalila, a cortesã filisteia que seduz o herói Sansão.

Durante a coletiva de imprensa, Hiran Silveira revelou que viajou até Los Angeles para perceber as novidades e tendências do cinema norte-americano. “As cenas presentes aqui não deixarão a desejar a nenhum filme de Hollywood”, certificou o diretor, que anunciou ainda que este será o primeiro trabalho produzido integralmente em HD.

A trama bíblica, que se passa no ano 1150 a.C., narra a história de um povo israelita fortemente oprimido e perseguido pelos filisteus. O poder estava descentralizado e a população, submetida a ameaças, clamava por libertação. Nesse contexto, Zilá (Lu Grimaldi), uma mulher estéril que sempre sofreu por não ter filhos com o marido, Manoá (Roberto Frota), recebe a visita de um mensageiro de Deus. O homem anuncia que ela conceberia um menino.

Este, que receberia o nome de Sansão (Fernando Pavão), nasceria dotado de uma força incomum e começaria a livrar seu povo da dominação, transformando-se num herói justo, carismático e polêmico. Um homem capaz de derrotar, sozinho, exércitos armados e animais selvagens, mas que não resiste à força de uma mulher: a cortesã filisteia Dalila (Mel Lisboa).

A adaptação do escritor Gustavo Reiz, que sai do grupo de apoio e estreia como titular na emissora, procurou se manter fiel à trama original, embora tenha se preocupado em trazer os principais elementos que resultem num bom produto de entretenimento. “Me mantive fiel à história, mas 30 personagens foram criados para dar sustentação à trama e acentuar os elementos fundamentais para despertar o interesse do telespectador: ação, suspense, romance e humor”, valorizou o autor.

As filmagens de Sansão e Dalila, que tiveram início em julho de 2010, não se restringiram ao estúdio. Algumas cenas também foram gravadas em Madre de Deus (MG), Natal (RJ), Niterói (RJ) e nas praias cearenses do município de Beberibe. (O Povo)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Câmara cria comissão especial sobre violência obstétrica
Saúde

Câmara cria comissão especial sobre violência obstétrica

19/02/2020 15:10
Câmara cria comissão especial sobre violência obstétrica
Vacinação contra sarampo vai até 13 de março para pessoas de 5 a 19 anos
imunização

Vacinação contra sarampo vai até 13 de março para pessoas de 5 a 19 anos

19/02/2020 10:15
Vacinação contra sarampo vai até 13 de março para pessoas de 5 a 19 anos
Distrair bebês com celular pode atrasar fala, alerta fonoaudióloga
Saúde

Distrair bebês com celular pode atrasar fala, alerta fonoaudióloga

03/01/2020 16:06
Distrair bebês com celular pode atrasar fala, alerta fonoaudióloga
Dourados tem 4,7 mil crianças fora da escola
Matriculas

Dourados tem 4,7 mil crianças fora da escola

30/12/2019 20:34
Dourados tem 4,7 mil crianças fora da escola
Criança morre após se afogar em balde na Sitioca Campina Verde
Dourados

Criança morre após se afogar em balde na Sitioca Campina Verde

23/12/2019 18:29
Criança morre após se afogar em balde na Sitioca Campina Verde
Últimas Notícias