Dourados – MS domingo, 13 de junho de 2021
Dourados
24º max
10º min
Lançamento

Raquel Naveira faz 30 anos de carreira e lança antologia poética

14 Jun 2016 - 06h00
Novo livro da escritora, que em setembro completa  59 anos, “Jardim Fechado – Uma antologia poética”, editado pela Vidráguas e com apoio da Secretária de Cultura, Turismo e Empreendedorismo. - Crédito: Foto: DivulgaçãoNovo livro da escritora, que em setembro completa 59 anos, “Jardim Fechado – Uma antologia poética”, editado pela Vidráguas e com apoio da Secretária de Cultura, Turismo e Empreendedorismo. - Crédito: Foto: Divulgação
A escritora sul-mato-grossense Raquel Naveira desde criança se apaixonou pelas palavras, pela escrita e pelos livros. Fez desse dom um ofício. Aos 58 anos, irá comemorar o lançamento da coleção dos melhores poemas de seus 30 anos de carreira, intitulada "Jardim Fechado – Uma antologia poética". Editado pela Vidráguas e com apoio da Secretária de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação (Sectei), o livro é dividido em 15 capítulos.


Segundo Naveira, em cada capítulo há uma pequena introdução, informando ainda sobre quais prêmios a obra foi indicada. A autora explica que sempre teve uma relação de amor com a poesia e sempre procurou viver dela.
Raquel diz que ver seus 30 anos de carreira transformados em um livro é algo único, maravilhoso e indescritível. " Foi uma escolha que sempre busquei e quis. Eu acho que os dons que Deus nos dá são irrenunciáveis. Acredito muito que essa é minha missão ", conta a escritora.


Ela relata ter percorrido um longo caminho até chegar nesse momento e que o seguiu sempre olhando em frente. Ela explica, também, que não vê o material como um ponto final no trabalho. "Eu quero continuar publicando mais e mais poesias", afirma.

Trajetória


Raquel Naveira nasceu em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, no dia 23 de setembro de 1957. Formou-se em Direito e Letras pela FUCMT, atual Universidade Católica Dom Bosco, onde exerce o magistério (Literatura Portuguesa e Literatura Latina), desde 1987, pertencendo ao Departamento de Letras. Mestre em Comunicação e Letras pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, de São Paulo. Doutoranda em Literatura Portuguesa na USP. A escritora, que pertence à Academia Sul-Mato-Grossense de Letras e ao Pen Clube do Brasil, é autora de diversos livros, entre eles, Abadia (editora Imago, 1996), Casa de Tecla (editora escrituras), que foram indicados ao Prêmio Jabuti de Poesia, pela Câmara Brasileira do Livro. Naveira escreveu, ainda, o infanto-juvenil Pele de Jambo e Fiandeira (Ensaios).


Unindo história e poesia, publicou, também, Guerra entre Irmãos (poemas inspirados na Guerra do Paraguai) e Caraguatá (inspirados na Guerra do Contestado). Esse último foi transformado no filme curta-metragem "Cobrindo o Céu de Sombra".


Seus livros mais recentes são os ensaios "Literatura e Drogas – E Outros Ensaios", , "Caminhos de Bicicleta" (2010) e os poemas, "Sangue Português: Raízes, Formação E Lusofonia" (São Paulo: Arte&Ciência, 2012); e o de ensaios "Quarto de Artista" (Rio de Janeiro: Íbis Libris, 2013).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS
Bebês e Crianças

Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS

17/05/2021 15:39
Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS
Últimas Notícias