Dourados – MS quarta, 16 de junho de 2021
Dourados
26º max
13º min
Bebês e Crianças

Morre o ator e artista plástico Antônio Pompêo

07 Jan 2016 - 09h56
Ator Antônio Pompêo foi presidente do Centro de Documentação e Informação do Artista Negro. - Crédito: Foto: DivulgaçãoAtor Antônio Pompêo foi presidente do Centro de Documentação e Informação do Artista Negro. - Crédito: Foto: Divulgação
O ator e artista plástico Antônio Pompêo, de 62 anos, foi encontrado morto na tarde da última terça-feira, em sua casa, no bairro de Guaratiba, na zona oeste do Rio de Janeiro. Apesar da suspeita de infarto, a causa da morte só será confirmada após exame pelo Instituto Médico Legal (IML).


Paulista da cidade de São José do Rio Pardo, nascido em 1953, Antônio Pompêo estreou no cinema em 1976, no filme “Xica da Silva”, de Carlos Diegues. Atuou em mais 11 filmes, entre os quais “Quilombo” (1984), também de Diegues, e “O Xangô de Baker Street” “(2001), de Miguel Faria Jr. Na televisão, participou de 24 novelas e minisséries, a partir de 1975. A última aparição foi em “Balacobaco”, da rede Record, em 2012.


Militante do movimento negro, Pompêo foi presidente do Centro de Documentação e Informação do Artista Negro (Cidan) e diretor de Promoção, Estudos, Pesquisas e Divulgação da Cultura Afro-Brasileira, da Fundação Palmares, vinculada ao Ministério da Cultura.


Em seu perfil no Facebook, a atriz Zezé Motta, que contracenou com o ator em “Xica da Silva”, destacou o papel de Pompêo em defesa da cultura afro-brasileira. “A dor é grande! Descanse em paz, meu amigo”, escreveu a atriz na rede social.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS
Bebês e Crianças

Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS

17/05/2021 15:39
Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS
Últimas Notícias