Dourados – MS quarta, 16 de junho de 2021
Dourados
26º max
13º min
Olimpíadas

Monumentos e belezas naturais abrem passagem da Tocha em MS

13 Jun 2016 - 06h00
Parque das Nações Indígenas, considerado um dos maiores parques urbanos do mundo, é um dos principais pontos de encontro de famílias, praticantes de corridas, caminhadas e rituais de meditações. - Crédito: Foto: DivulgaçãoParque das Nações Indígenas, considerado um dos maiores parques urbanos do mundo, é um dos principais pontos de encontro de famílias, praticantes de corridas, caminhadas e rituais de meditações. - Crédito: Foto: Divulgação
Alguns municípios de Mato Grosso já estão se preparando para oferecer aos visitante a oportunidade de apreciar, as belezas naturais, as manifestações culturais e artísticas, durante a passagem da chama olímpica pelo Estado.


O símbolo olímpico desembarca na capital sul-mato-grossense, Campo Grande, na sexta-feira (24), onde pernoitará. No sábado (25), em uma operação especial a tocha segue de helicóptero para Bonito, onde percorrerá alguns atrativos turísticos pela manhã, a tarde retorna a Campo Grande e inicia o revezamento oficialmente em Mato Grosso do Sul, onde percorrerá alguns dos principais cartões postais da cidade.


A Capital de MS possui uma imensa área verde, avenidas largas, rede hoteleira, bares e restaurantes variados, além de boa infraestrutura de comércio e serviços. Cidade com cultura diversificada e cosmopolita, oferece excelentes atrativos de lazer e entretenimento que proporcionam a qualidade de vida. Mas é a capacidade de acolher visitantes que torna Campo Grande hospitaleira.


O Parque das Nações Indígenas, considerado um dos maiores parques urbanos do mundo, é um dos principais pontos de encontro de famílias e praticantes de esportes, como corridas, caminhadas e a nova modalidade muito praticada pelo Brasil afora, o Stand Up Paddle (SUP).


Logo depois, a tocha segue para a cidade deBonito, conhecida internacionalmente como polo turístico, principalmente pelas suas inúmeras belezas naturais incomuns. São grutas pré-históricas, cachoeiras, quedas d’água, lagoas, baías e nascentes, num dos lugares mais belos da região da Serra da Bodoquena.
Além disso, os visitantes que chegam a Bonito, tem a possibilidade de conhecer, também, a produção dos artistas locais. Esculturas, pinturas e artesanato estão entre os principais atrativos.


Campo Grande conta com uma gastronomia muito rica, devido à diversidade cultural, temos uma predominância do churrasco, muito apreciado pelos visitantes. Contamos também com gastronomia árabe, chinesa, portuguesa, espanhola e paraguaia. A capital sul-mato-grossense é a única cidade brasileira que possui uma aldeia indígena urbana. São 135 ocas de alvenaria, residência de famílias Terena que trocaram as reservas pela vida na cidade. Destaque para o Memorial da Cultura Indígena, uma imponente oca com mais de oito metros de altura, coberta com palha de bacuri.


Campo Grande guarda sua memória em museus, monumentos, arquitetura e cultura. A Morada dos Baís, tombada pelo patrimônio histórico é referência arquitetônica do início do século XX.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS
Bebês e Crianças

Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS

17/05/2021 15:39
Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS
Últimas Notícias