Dourados – MS quarta, 08 de julho de 2020
Dourados
19º max
10º min
Bebês e Crianças

MIS exibe filmes de David Cardoso

26 Jan 2016 - 07h00
Gosto pela arte de interpretar de David Cardoso surgiu durante as férias na infância, ao assistir o filme “Mogambo” - Crédito: Foto: DivulgaçãoGosto pela arte de interpretar de David Cardoso surgiu durante as férias na infância, ao assistir o filme “Mogambo” - Crédito: Foto: Divulgação
O Museu da Imagem e do Som (MIS) promove nesta terça-feira, a partir das 19h, uma sessão de dois filmes do cineasta e ator David Cardoso – “Maria Fumaça, Chuva e Cinema” e “Sem Defesa”.


“Maria Fumaça, Chuva e Cinema” é um curta metragem, ambientado no ano de 1955 , que mostra um dia na vida de um garoto que mais tarde se transformaria no ator David Cardoso. O filme rodado em Bauru tem como pano de fundo o contexto da instalação da Ferrovia Noroeste do Brasil, que chegou a Ponta Porã em 1953.


Na sequência será exibido o filme “Sem Defesa” – um longa metragem totalmente feito em Mato Grosso do Sul , que aborda temas como maioridade penal, pena de morte, uso de drogas, maus tratos a crianças e mulheres, lentidão do poder judiciário, uso de células-tronco, corrupção, além de violência social. David Cardoso assina a produção, o roteiro e a direção do longa.


A sessão de hoje em Campo Grande tem entrada gratuita. O ator David Cardoso confirmou presença na exibição no MIS.

Caminhos


Nascido no município de Maracaju em 1943, então pertencente ao Mato Grosso, atual Mato Grosso do Sul, o tipo físico de David Cardoso fez com que ele ficasse conhecido em todo o Brasil como o rei da pornochanchada nos cinemas, na década de 70. Chega ao estrelato em 1971 em “A Moreninha” (1970), filme de Glauco Mirko Laurelli baseado no romance homônimo de Joaquim Manuel de Macedo. Em 1973 funda a Dacar Produções Cinematográficas, produtora de quase todos os seus filmes subsequentes. Ele contracenou no início da carreira, ao lado de musas como Vera Fisher, Sandra Bréa, Tássia Camargo, Matilde Mastrangi, entre outras.


O gosto pela arte de interpretar surgiu durante as férias na infância, ao assistir o filme “Mogambo”, protagonizado pelo ator Clark Gable. Após assistir o filme, ele retornou ao cinema todos os dias das férias e decorou a fala do ator principal. Quase aos 20 anos de idade, mudou-se para São Paulo na busca por oportunidades na profissão. Em 1963, Cardoso estreou no filme “O Lamparina”, fazendo uma ponta, de Amácio Mazzaropi, um dos mais importantes atores cômicos do Brasil. Posteriormente, ele fez sucesso no surgimento da pornochanchada.


No mês de novembro, o público brasileiro residente no bairro do Ironbound, em Newark, teve a oportunidade de assistir a pré-estreia do longa metragem “Sem Defesa”. A obra foi exibida na sede do Mantena Global Care, na 294 Ferry St. Após a exibição do filme, foi realizado um painel de debate com a participação de Cardoso.


Além de atuar, David também viaja o Brasil concedendo palestras e participando de painéis em faculdades e aulas de cinema, onde é entrevistado pelos alunos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Modernas, mães tornam-se influenciadoras digitais de sucesso em Dourados
ESPECIAL DIA DAS MÃES

Modernas, mães tornam-se influenciadoras digitais de sucesso em Dourados

10/05/2020 09:17
Modernas, mães tornam-se influenciadoras digitais de sucesso em Dourados
Isolamento impõe desafios a pais separados com guarda compartilhada
Covid-19

Isolamento impõe desafios a pais separados com guarda compartilhada

19/04/2020 10:23
Isolamento impõe desafios a pais separados com guarda compartilhada
Últimas Notícias