Dourados – MS sábado, 12 de junho de 2021
Dourados
23º max
13º min
Homenagem

Mbayarte homenageia personalidades na Capital

16 Ago 2016 - 07h00
Os homenageados com o troféu Mona-Lídia por apoio à arte e à cultura na Capital e no MS. - Crédito: Foto: Elvio LopesOs homenageados com o troféu Mona-Lídia por apoio à arte e à cultura na Capital e no MS. - Crédito: Foto: Elvio Lopes
O Mbayarte – Núcleo de Produções Artísticas de Mato Grosso do Sul, que tem como diretor o artista plástico e produtor cultural Jonir Figueiredo, realizou a outorga, a 15 personalidades que representam e apoiam a Cultura na Capital e no Estado, do troféu Mona-Lídia, inspirado na artista plástica Lídia Baís e na grandiosa obra "Monalisa" de Leonardo Da Vinci. A entrega das homenagens aconteceu no último domingo, em homenagem ao aniversário de Campo Grande, na Praça das Araras, durante a 8ª Feira de Artes e Artesanato do MS.


Ao prestar homenagem às personalidades que têm apoiado a arte e a cultura na Capital e no Estado, Jonir Figueiredo destacou a importância da divulgação dos artistas sul-mato-grossenses, bem como do incentivo à produção artística no MS.


"Já realizamos homenagens a artistas pioneiros, aqui mesmo, na praça que voltamos a ocupar no primeiro final de semana do mês e aos arquitetos e profissionais da área, no Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado e agora, a essas personalidades que têm apoiado o nosso trabalho com destaques", afirma Jonir.


Foram homenageados com o troféu Mona-Lídia a artista plástica Patrícia Helney; o maestro Eduardo Martinelli; o diretor e coreógrafo do Grupo Funk-Se, Edson Clair; o musicista, violonista, harpista e concertista Marcelo Loureiro; a atriz, diretora de teatro e educadora ambiental Rane Abreu; o ator, diretor e professor de teatro Isac Zampieri; o jornalista e cronista Oscar Rocha, do Correio do Estado; o jornalista, fotógrafo e colunista social Elvio Lopes, de O PROGRESSO; o escritor e publicitário Henrique de Medeiros; o jornalista, ator e apresentador Tatá Marques; o empresário e articulador cultural do Espaço Chico Xavier, Carlos Sanches; a vereadora e defensora da revitalização do bairro Amambaí, Luiza Ribeiro e o advogado, poeta e ativista político-cultural, Athayde Nery de Freitas Júnior.


Também foram homenageadas com o troféu Mona-Lídia a atriz, diretora, produtora e gestora pública cultural Andréa Escobar Freire e a musicista e escritora Lenilde Ramos. O artista Marcelo Loureiro foi representado por sua mãe, Maria Helena Loureiro e o Oscar Rocha, pela jornalista Ana Cláudia Salomão.


Athayde Nery, que distribuiu exemplares de seu livro "Estrelas Líquidas" aos homenageados, foi escolhido para falar sobre a homenagem e destacou a importância da preservação da memória artística e cultural do Estado. "Assim como meus colegas, estou muito feliz com esta homenagem, que reforça a necessidade de continuarmos a apoiar a arte e a Cultura de nosso Mato Grosso do Sul", concluiu.


Durante a entrega das homenagens, Carlos Sanches distribuiu livretos de mensagens espíritas, o poeta Isac Zampieri declamou um poema de Manoel de Barros e Rana Abreu e Bruno Mozer realizaram apresentações musicais.


O Troféu Mona-Lídia, que Jonir faz questão de esclarecer que se trata de um objeto-arte, é uma pequena réplica do original do acervo do Museu de Arte Contem-porânea de Mato Grosso do Sul (Marco) e o artista considera que Lídia Baís é um ícone e um símbolo da cultura de Campo Grande e sul-mato-grossense, que foi escritora, artista plástica e musicista e que tem parte de suas obras em exposição na Morada dos Baís e no Museu de Arte Contemporânea (Marco) de Mato Grosso do Sul.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS
Bebês e Crianças

Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS

17/05/2021 15:39
Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS
Últimas Notícias