Dourados – MS segunda, 01 de março de 2021
Dourados
35º max
22º min
Influx
Show

Marina Peralta lança seu primeiro CD em show na Capital no domingo

01 Jun 2016 - 06h00
Primeiro trabalho da cantora e compositora será lançado no domingo - Crédito: Foto: DivulgaçãoPrimeiro trabalho da cantora e compositora será lançado no domingo - Crédito: Foto: Divulgação
A Concha Acústica Helena Meirelles recebe no domingo (5), a partir das 17 horas, show com a cantora Marina Peralta, com apoio da Secretaria de Cultura e Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul. Neste show, Marina lança seu primeiro CD, com 12 músicas autorais, intitulado "Agradece".


Aos 23 anos de idade, Marina Peralta tem se destacado no cenário musical, tanto do Estado de Mato Grosso do Sul como no cenário nacional. As letras, melodias e arranjos que compõe são resultado de sua vivência cotidiana, da vida de outras pessoas ou de algum outro lugar que sua imaginação a levar. É a realidade sentida.


Com um show totalmente autoral, seu trabalho musical não tem um estilo definido, mas suas principais influências estão no reggae, onde faz o uso do dub, na MPB e no rap. Além do samba, que ouviu desde pequena em casa. E é a partir dessa mistura que Peralta tira boas ideias e composições. Em meio às influências, Marina encontra na cultura jamaicana o Sound System, sistema de som que surge como uma rádio popular onde as canções são testadas e improvisadas em bases chamadas riddins, antes de serem gravadas. Nessa vertente já se apresentou em espaços importantes como o Reunion of Dub Festival, que aconteceu no ano de 2014 em São Paulo, SP, além da participação com coletivos.


Para este show, ela diz esperar transmitir muita emoção. "Foi o público que cooperou para a produção e foi possível fazer o CD. Espero que as pessoas fiquem satisfeitas, pois foi feito com muito carinho. São 12 músicas autorais. Entre elas, destacamos a música título, ‘Agradece’, ‘Ela encanta’, que fala sobre as mulheres, e ‘Direito para quem’, que aborda a questão indígena".


Sobre o processo de gravação, Marina fala que o CD foi feito com muita calma, com profissionalismo. "Gravamos no Estúdio 45, do Anderson Rocha, com a produção do nosso baixista Daniel Jah Rebel. As músicas foram masterizadas por Buguinha Dub, de Olinda, Pernambuco. Foi um processo muito prazeroso, realizado por profissionais".


As temáticas de suas letras costumam estar ligadas à realidade. Não considera falar de amor uma tarefa fácil, porém importante. Letras baseadas na sua expressão de indignação diante do sistema econômico e político do país, da condição em que vivem os povos indígenas, a opressão que sofrem as mulheres ou a população pobre da sociedade. Além da preocupação em dar ênfase ao movimento de cultura de rua e a possibilidade de transformação. São enfim, a expressão de sua resistência.


Marina diz que para compor, o caminho nunca é sempre o mesmo. "A arte é resultado do que você é. Se a gente se alimenta de sentimentos, de emoções, isso se reflete na arte. Às vezes componho só a letra, depois vem a melodia, ou às vezes vem primeiro a melodia, depois a letra. Não componho todo dia, mas quando o faço é sempre muito forte".


Marina é uma pessoa de muita fé, militante, feminista, e procura deixar que tudo isso apareça em sua música. Entende a capacidade transformadora que a arte tem; a arte enquanto uma expressão de algo que já existiu dentro do artista, e que pode ou não gerar algum tipo de transformação a quem ouve. Marina segue acompanhada do guitarrista Douglas Almeida, o baterista Anédio Japão, baixista Daniel Jah Rebel, o tecladista Alex Domingos, o percussionista Felipe Ceará e o trombonista Claudio Dedo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Sem famílias acolhedoras, crianças violentadas são retiradas das aldeias
Projeto

Sem famílias acolhedoras, crianças violentadas são retiradas das aldeias

30/11/2020 15:51
Sem famílias acolhedoras, crianças violentadas são retiradas das aldeias
Lei manda informar sobre entrega de filho para adoção
Adoção

Lei manda informar sobre entrega de filho para adoção

26/11/2020 12:36
Lei manda informar sobre entrega de filho para adoção
Novembro Roxo aborda a prematuridade e seus desafios
Saúde

Novembro Roxo aborda a prematuridade e seus desafios

16/11/2020 15:21
Novembro Roxo aborda a prematuridade e seus desafios
Dourados tem 45 cartinhas de crianças e adolescentes na Campanha de Natal do Pacijus
Boa Ação

Dourados tem 45 cartinhas de crianças e adolescentes na Campanha de Natal do Pacijus

13/11/2020 15:13
Dourados tem 45 cartinhas de crianças e adolescentes na Campanha de Natal do Pacijus
Últimas Notícias