Dourados – MS domingo, 20 de junho de 2021
Dourados
19º max
10º min
Programação

“Lendas pantaneiras” em destaque no canal Cine Brasil

06 Jun 2016 - 06h00
A coletânea de contos do folclore regional , Lendas Pantaneiras”,  é apresentada por dois bem humorados contadores de causos. - Crédito: Foto: DivulgaçãoA coletânea de contos do folclore regional , Lendas Pantaneiras”, é apresentada por dois bem humorados contadores de causos. - Crédito: Foto: Divulgação
Uma produção sul-mato-grossense será destaque na programação de hoje do Cinebrasil TV. A coletânea de contos do folclore do Pantanal sul-mato-grossense," Lendas Pantaneiras", apresentada por dois bem humorados contadores de causos de onça, saci, curupira e um homem que fez acordo com o diabo para aprender a tocar viola, será exibido amanhã às 22h15 no Cinebrasil TV. Uma verdadeira viagem ao imaginário popular pantaneiro.
O Cinebrasil TV é um canal dedicado à produção audiovisual independente nacional, disponível para mais de 6.000.000 de assinantes em todo o Brasil.


Gravado principalmente no Museu José Antônio Pereira, o longa tem dois contadores de história interpretados por Thiago Moura e Isac Zampiere, que lembram as lendas que dão origem ao título do filme "Por meio das histórias que eles contam, as lendas são apresentadas ao espectador. Eu evito usar o nome resgate, eu acredito que seja mais uma releitura desses contos, uma nova roupagem, até porque os hábitos mudam, então contamos elas de outra maneira", afirma o diretor. Ao todo mais de 60 profissionais integraram a equipe do longa-metragem, que tem entre os atores, nomes consagrados do cenário artístico de Mato Grosso do Sul, como os atores Bruno Moser e Espedito Montebranco, além do músico Marcelo Loureiro.


"Nós fizemos uma pesquisa sobre mitos e lendas e o que a gente descobriu é que cada região do país tem as suas peculiaridades, de acordo com a geografia. Por, exemplo, em cada canto tem um saci, apesar do pererê ser o mais famoso por causa do Monteiro Lobato", explica Fábio.


Para o diretor, as lendas europeias e norte-americanas também fazem parte das tradições brasileiras pela colonização e até globalização.


"Mesmo assim, o mito ele tem um pouco da característica do povo da região. É como o antigo ditado diz, quem conta um conto sempre aumenta um ponto", brinca.


A paixão do diretor pelos mitos surgiu de uma forma natural. "Eu gosto muito de folclore, eu sou do tempo que as crianças ouviam os avós contarem as histórias, eu ouvia meus avós contarem. O cinema de uma modo geral sempre usou o folclore para as suas produções, com grandes exemplos como o Hobbit, do J.R.R Tolkien, que é baseado nos mitos europeus", pontua.


Imaginário


A timidez dos pantaneiros esconde a grande sabedoria que carregam, mas seus olhos brilham quando contam com orgulho sobre sua terra. As histórias sobre onças e seus feitos levam longe o imaginário de quem as escuta. Esses animais ganharam respeito e destaque na cultura pantaneira e sertanista, a começar pelas lendas dos índios kaiapós. Segundo uma das lendas, os segredos do arco e flecha e do fogo foram roubados da onça pintada, que ficou apenas com o reflexo das chamas em seus olhos.


A onça também ganhou notoriedade com Guimarães Rosa, que narra a história de um mestiço de índia com branco e seu destino em "Meu tio, o Iauaretê". O personagem, é enviado para caçar onças nos confins do sertão e, gradativamente, começa a rejeitar o civilizado e se reconhece como animal. Acaba virando onça e mata homens.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS
Bebês e Crianças

Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS

17/05/2021 15:39
Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS
Últimas Notícias