Dourados – MS quinta, 25 de fevereiro de 2021
Dourados
34º max
24º min
Influx
Literatura

Grupo Arandu lança revista e livro na Capital

17 Mai 2016 - 06h00
Revista traz trabalhos produzidos por especialistas de diversas áreas. - Crédito: Foto: DivulgaçãoRevista traz trabalhos produzidos por especialistas de diversas áreas. - Crédito: Foto: Divulgação
O Serviço Social do Comércio (Sesc) Morada dos Baís promove nesta terça-feira, Café Literário, em comemoração aos 19 anos de fundação do Grupo Literário Arandu, com lançamento da revista Arandu nº 74 e do livro "Estrelas Líquidas", do poeta Athayde Nery de Freitas Junior. O evento, tem entrada gratuita e tem início às 19h e terá show de música regional da banda Zeed Mikimba.


O Grupo Literário Arandu foi fundado em 17 de maio de 1997, em Dourados, pelos escritores Carlos Amarilha, Luciano Serafim, Edir Sales e Nicanor Coelho, com o objetivo de incentivar a publicação de obras de autores sul-mato-grossenses. Em julho daquele ano, começou a publicar trimestralmente a revista Arandu, que atingiu a marca de 74 edições.


Segundo o presidente do Grupo Literário Arandu, Carlos Amarilha, a publicação consecutiva da revista Arandu nesses 19 anos mostra a importância do grupo para a cultura de Mato Grosso do Sul, já que a revista traz trabalhos relevantes produzidos por críticos literários, artistas, professores, jornalistas e pesquisadores das Ciências Humanas, Exatas e Biológicas, no intuito de aprimorar o diálogo entre os interessados e expor os resultados de suas pesquisas em diferentes espaços de suas respectivas áreas, como os encontros, simpósios, colóquios, congressos, fóruns, em programas de graduação, pós-graduação, grupos de pesquisa, núcleo de estudos, coletivos, entre outros.


Além da revista, cuja edição 74 é dedicada a Campo Grande, o Arandu também publicou centenas de livros de autores regionais. Dentre eles, o volume de poesias "Estrelas Líquidas", de Athayde Nery de Freitas Junior é uma publicação do grupo literário Arandu de Dourados.


No livro, o poeta canta ícones da identidade sul-mato-grossense com lembranças de Corumbá, Três Lagoas, Campo Grande e Dourados: "me enlacei com Dourados/Desfrutei seus cantos, becos, encantos e pequei". Conforme analisa Amarilha, os poemas de Athayde Nery permanecem em uma postura de tensão frente ao desconhecido, o inusitado e por isso as palavras adquirem na frase sua peculiar força significativa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Sem famílias acolhedoras, crianças violentadas são retiradas das aldeias
Projeto

Sem famílias acolhedoras, crianças violentadas são retiradas das aldeias

30/11/2020 15:51
Sem famílias acolhedoras, crianças violentadas são retiradas das aldeias
Lei manda informar sobre entrega de filho para adoção
Adoção

Lei manda informar sobre entrega de filho para adoção

26/11/2020 12:36
Lei manda informar sobre entrega de filho para adoção
Novembro Roxo aborda a prematuridade e seus desafios
Saúde

Novembro Roxo aborda a prematuridade e seus desafios

16/11/2020 15:21
Novembro Roxo aborda a prematuridade e seus desafios
Dourados tem 45 cartinhas de crianças e adolescentes na Campanha de Natal do Pacijus
Boa Ação

Dourados tem 45 cartinhas de crianças e adolescentes na Campanha de Natal do Pacijus

13/11/2020 15:13
Dourados tem 45 cartinhas de crianças e adolescentes na Campanha de Natal do Pacijus
Últimas Notícias