Dourados – MS segunda, 13 de julho de 2020
Dourados
31º max
19º min
Respeito à Vida/ALMS (Ramal)
Bebês e Crianças

Exposição das obras de arte do MPT na Escola

22 Dez 2015 - 07h00
Telas produzidas por estudantes de Ponta Porã mostram o 
que eles aprenderam sobre a exploração do trabalho infantil. - Crédito: Foto: DivulgaçãoTelas produzidas por estudantes de Ponta Porã mostram o que eles aprenderam sobre a exploração do trabalho infantil. - Crédito: Foto: Divulgação
O trabalho em carvoarias, o trabalho doméstico e outras diversas formas de trabalho infantil foram retratadas por estudantes das escolas municipais de Ponta Porã que participam do Projeto MPT na Escola. As obras que são resultado do trabalho da conscientização feita em sala de aula durante o ano deram origem à exposição, na PRT 24ª Região.


Com 19 telas e um livro gigante, a exposição teve início no dia 7 de dezembro e permanecerá até o fim de janeiro do próximo ano na sede do MPT em Campo Grande. A iniciativa de expor os trabalhos do MPT na Escola foi da procuradora do Ministério Público do Trabalho em Dourados Cândice Arosio, durante o fechamento do Projeto em Ponta Porã. “A ideia surgiu quando tive a oportunidade de ver o resultado do projeto e a qualidade dos trabalhos produzidos, e também porque o município ficou em 5º lugar no prêmio nacional”, conta.


O projeto desenvolvido no município pelo quarto ano consecutivo alcançou aproximadamente 650 crianças com idade entre 10 e 14 anos de nove escolas, três rurais e seis urbanas. A procuradora do trabalho acredita que a divulgação da exposição é o começo para a ampliação do MPT na Escola, no Estado. “É importante para podermos divulgar ainda mais esse projeto, de forma a ampliá-lo para mais cidades do Estado, e também porque mostra a qualidade da arte produzida pelos alunos sobre o tema”, explica.

MPT na Escola


O MPT na Escola é um projeto nacional de prevenção e erradicação do trabalho infantil, desenvolvido pelo Ministério Público do Trabalho em todo o país, por meio da Coordenadoria Nacional de Combate à Exploração do Trabalho da Criança e do Adolescente, a Coordinfância. Dezessete estados brasileiros já adotaram o programa, que estimula a participação de crianças e adolescentes em ações de conscientização e prevenção do trabalho infantil.


A partir de debates sobre a temática em sala de aula, alunos de escolas públicas produzem trabalhos literários, artísticos e culturais. As melhores produções são premiadas em etapas municipais e estaduais. A iniciativa teve início há sete anos, no Ceará, com o Programa de Educação Contra a Exploração do Trabalho de Crianças e Adolescentes (Peteca). Em 2015 foi criada a etapa nacional.


Para a procuradora do trabalho Cândice Arosio, o objetivo das ações é contribuir para a conscientização da sociedade sobre os riscos e consequências do trabalho infantil, aproximando o MPT dos estudantes, possíveis vítimas, e ampliando a discussão para toda a comunidade escolar.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Modernas, mães tornam-se influenciadoras digitais de sucesso em Dourados
ESPECIAL DIA DAS MÃES

Modernas, mães tornam-se influenciadoras digitais de sucesso em Dourados

10/05/2020 09:17
Modernas, mães tornam-se influenciadoras digitais de sucesso em Dourados
Isolamento impõe desafios a pais separados com guarda compartilhada
Covid-19

Isolamento impõe desafios a pais separados com guarda compartilhada

19/04/2020 10:23
Isolamento impõe desafios a pais separados com guarda compartilhada
Últimas Notícias