Dourados – MS domingo, 20 de junho de 2021
Dourados
19º max
10º min
Teatro

Espetáculo“O Santo e a Porca” abre programação do “Boca de Cena”

13 Abr 2016 - 06h00
Trama tem início quando o fazendeiro Eudoro Vicente - Crédito: Foto: Adrielle VieiraTrama tem início quando o fazendeiro Eudoro Vicente - Crédito: Foto: Adrielle Vieira
O "Santo e a Porca" da Companhia de Teatro Fulano di Tal é um espetáculo adaptado da obra de Ariano Suassuana e abre a programação da Mostra Sul-Mato-Grossense de Teatro e Circo – Boca de Cena na próxima segunda-feira, às 20h no Teatro Aracy Balabanian em Campo Grande. O Boca de Cena acontece de 18 a 23 de abril. Toda a programação é gratuita.


A peça já circula há três anos, tendo sido apresentada 32 vezes, com um público aproximado de sete mil pessoas. Participou de Festivais, como o de Inverno de Bonito, do Circuito Sul-Mato-Grossense de Teatro e do próprio Boca de Cena em três edições anteriores. A peça é uma adaptação da obra de Ariano Suassuna e levou quase dois anos para ficar pronta. Para o diretor do espetáculo Marcelo Leite, mesmo a peça tendo sido escrita em 1957, ainda é atual, "fala de valores morais, éticos, religião, desse apego pelo dinheiro, que representa muita gente, é como se o povo estivesse participando do espetáculo. Independente de época, as pessoas se identificam com a peça", frisa Leite.


A peça de Ariano Suassuana é uma comédia e aborda o tema da avareza, assunto favorito de Plauto ("Aulularia") e Moliére ("O Avarento"). A versão do Fulano di Tal tem adaptação de Rita Regina Diniz, direção de Marcelo Leite e co-direção de Bruno Loiácono. A trama tem início quando o fazendeiro Eudoro Vicente (Begèt de Lucena) envia uma carta ao comerciante Eurico (Vini Ferreira), mais conhecido como Euricão Engole Cobra, pedindo-lhe o seu "maior tesouro".


Eudoro se refere, na verdade, à mão de Margarida (Rayra Calin), filha de Eurico, em casamento. Mas este pensa que o outro quer roubar-lhe a fortuna, guardada há anos em uma porca, herança deixada por seu avô. Para complicar, Margarida e o filho de Eudoro, Dodó (Manolo Schittcowisck), estão apaixonados e Benona (Marjorie Matsue), irmã solteirona de Euricão, acha que o convite de casamento é para ela. Ao perceber o mal-entendido, a esperta Caroba (Maria Fernanda Fichel) elabora um plano para ganhar um dinheirinho extra e se casar com Pinhão (Bruno Yudi).


A comédia "O Santo e a Porca" não foge à regra dos espetáculos de Ariano Suassuna, onde a simplicidade do trabalho permeia toda ação dramática. O cenário recria um ambiente do interior nordestino e o figurino se apresenta com retalhos e rendas. A cultura nordestina é amplamente valorizada através de personagens que trazem consigo a marca de um povo sofrido, porém alegre.


A Cia Theastai de Dourados participa do Boca em Cena, com o espetáculo "Dandys Acrobático" que será apresentado dia 21 de abril ás 11h no Calcadão da Barão, entre a 14 de Julho e 13 de Maio.


Na mesma data, das 13h30 ás 16h, os atores da Cia Theastai, João Rocha e Michel Stevan Grando da Theastai ministram no Ateliê das Artes do Centro Cultural João Octávio Guizzo, a palestra "Diálogos Cênicos – A Teatralidade nas Artes Cênicas".


A Mostra Sul-Mato-Grossense de Teatro e Circo é uma realização da Secretaria de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação e Governo do Estado de MS. Organização e produção; Colegiado Setorial de Teatro de Campo Grande, Colegiado Setorial de Arte Circenses de Campo Grande e Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul. Toda a programação tem entrada franca.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS
Bebês e Crianças

Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS

17/05/2021 15:39
Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS
Últimas Notícias