Dourados – MS terça, 11 de maio de 2021
Dourados
30º max
17º min
Vacinação 2
Bebês e Crianças

Emanuel Marinho será homenageado amanhã na Noite Nacional da Poesia

18 Mai 2011 - 09h23
Emanuel Marinho: referência na cultura e literatura do MS - Crédito: Foto: Hedio Fazan/PROGRESSOEmanuel Marinho: referência na cultura e literatura do MS - Crédito: Foto: Hedio Fazan/PROGRESSO
A Fundação Municipal de Cultura (Fundac) em parceria com a União Brasileira de Escritores de Mato Grosso do Sul (UBE-MS), homenageia amanhã, durante a 24ª Noite Nacional da Poesia, o poeta douradense Emanuel Marinho. A solenidade com início a partir das 20h, na Escola de Governo em Campo Grande, vai reconhecer à importância do ator e educador para a literatura e cultura de Mato Grosso do Sul.

Há 30 anos, o artista que é coordenador de Cultura da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), é o orgulho do Estado por ter imprimido a singularidade de dialogar com as mais diversas plateias do teatro, e da música e valorizando nos poemas as raízes culturais representadas por questões indígenas, política regional, entremeados com puro lirismo. Seus versos foram editados nas obras como: “Satilírico, Feliz Aniversário”, “Odisséia”, “Caixa de Poemas”, e outras.

O seu talento já foi aplaudido nos eventos literários mais importantes do Brasil: Jornada de Literatura em Passo Fundo (RS) em 2005; Festa Literária Internacional de Parati (RJ) em 2006; e ao Congresso de Leitura do Brasil (Cole) da Universidade de Campinas (SP), dentre outros.

Gravou o disco “Terê”, que reuniu nomes do quilate de Itamar Assumpção, Paulo Lepetit, Toninho Ferragguti, Alzira Espíndola, Pedro Luís e a Parede, entre outros. Nos palcos, conquistou o público, com os espetáculos \"Margem de Papel\", \"O Encantador de Palavras\", \"Satilírico\", \"Solo para Palavras e Sanfona de Brinquedo\" e \"Porã\".

Dentre os inúmeros prêmios conquistados, destacam-se: o Prêmio Marçal de Souza - Pela Defesa dos direitos humanos, que foi concedido em 1995, por aliados políticos de Dourados e novamente o Prêmio Marçal De Souza - Pela Defesa dos direitos humanos - concedido por aliados políticos na Assembléia Legislativa de MS em 1997.

O seu talento já foi aplaudido nos eventos literários mais importantes do Brasil: Jornada de Literatura em Passo Fundo (RS) em 2005; Festa Literária Internacional de Parati (RJ) em 2006; e ao Congresso de Leitura do Brasil (Cole) da Universidade de Campinas (SP), dentre outros.

Em fevereiro deste ano, ele foi contemplado com a Bolsa Funarte de circulação literária, para realizar o projeto “Um Poeta na Cidade”, que acontece em Dourados - na Escola Araporã, da Aldeia Bororó-; Bodoquena, Dois Irmãos do Buriti e em Rio das Contas (BA). A ideia é propiciar a visita do escritor/educador nas comunidades oferecendo durante quatro dias, múltiplas atividades: oficina de poesia e contação de histórias, bate-papo com poesia na Biblioteca da cidade, os espetáculos “Solo para Palavras e Sanfona de brinquedo, para estudantes da rede pública, promovendo a formação plena da cidadania.

Letras


Além da homenagem ao ator e educador, a 24ª Noite Nacional da Poesia será abrilhantada também com a declamação dos 10 finalistas que participaram do concurso de poemas inéditos, que recebeu mais de 151 inscrições de todo o país.

Foram classificados: “O Nascer do Só” (Nádia Cortez); “Noves Fora” (André Luís Alves/RJ)”; “Atacama” (Tatiana Alves/RJ); “O Espelho” (Lucilene Nogueira); “A Mesa” (Mário Donizete Massari); “1865” (Odemar Cabanhe); “Aquarela” (Ileides Joana Muller); “Desomenagem Pra Manuel (Raphael Lugos); “Jardim de Inverno (Elder Rodrigues da Silva/Porto Velho (RR) e “O Espantalho” (Jânder Baltazar Rodrigues). Aos três primeiros colocados serão concedidos prêmios em dinheiro. O 1º lugar será contemplado com R$ 1.000; o 2º com R$ 600 e o 3º com R$ 400.

Na sexta-feira, ás 19h, no auditório da Câmara Municipal de Campo Grande, a programação da Noite Nacional da Poesia, contará com a presença do escritor, professor e cronista Rubem Alves, que vai ministrar a palestra “O Prazer e o Poder da Leitura”. A entrada é gratuita.


Deixe seu Comentário