Dourados – MS segunda, 13 de julho de 2020
Dourados
31º max
19º min
Respeito à Vida/ALMS (Ramal)
Bebês e Crianças

Editora Peirópolis lança Macunaíma em HQ

01 Fev 2016 - 09h28Por Fotos: Hedio Fazan
Edição de Ângelo Abu e Dan-X transporta o leitor para a época tupiniquim no Brasil, preservando o espírito da obra. - Crédito: Foto: DivulgaçãoEdição de Ângelo Abu e Dan-X transporta o leitor para a época tupiniquim no Brasil, preservando o espírito da obra. - Crédito: Foto: Divulgação
A Editora Peirópolis está lançando, a adaptação para quadrinhos de “Macunaíma”, uma das mais importantes obras da literatura nacional, escrita por Mário de Andrade (1893- 1945), expoente do modernismo brasileiro. A obra entrou em domínio público em 1° de janeiro deste ano e esta é a sua primeira quadrinização.


“Macunaíma” em quadrinhos é o 15° título da coleção “Clássicos em HQ”, que já conta com os sucessos “Dom Quixote”, “Os Lusíadas”, “Odisseia”, “Auto da Barca do Inferno”, dentre outros.


Originado da primeira fase modernista do Brasil, o livro narra a história do anti-herói, preguiçoso; e é um ataque às desvirtudes que, em sua visão, caracterizavam o povo brasileiro, evidenciado no “herói sem caráter”, subtítulo do livro. “Quando li “Macunaíma” pela primeira vez me encantei pela linguagem e aquela mistura de humor, erotismo, poesia e escracho”, revela Angelo Abu.


Escrito em apenas uma semana – em dezembro de 1926, e lançado dois anos depois - em 1928, a publicação causou extrema agitação.


A edição de Ângelo Abu e Dan-X transporta o leitor para a época tupiniquim no Brasil, preservando o espírito da obra ao mesmo tempo em que se adapta à linguagem moderna. “A adaptação para os quadrinhos aumenta a procura por esse tipo de leitura e aproxima os jovens. E também, espinho que ‘pinica’ de pequeno já traz ponta. Quanto mais versões, mais vasta a realidade”, afirma Abu.


Nesta adaptação, a obra conta com detalhes não imaginados no original, que agora ganham cor e traços. “Entender como cada autor representou determinadas personagens ou estruturas da composição matriz possibilita compreender que a quadrinização é uma outra obra, também autoral; é o depoimento de leitura de um artista gráfico para ser compartilhado. Ela pode ajudar a conquistar leitores para o clássico, abrir os significados do título e até motivar sua retomada”, afirma Renata Borges, diretora da Editora Peirópolis.


Previsto para ser lançado durante o Festival Literário de Paraty, em 2015 - onde ocorreu uma homenagem para Mário de Andrade, a inserção do HQ no mercado editorial foi adiada por cerca de um ano. Isto porque uma das exigências para que uma obra entre em domínio público é completar 70 anos, ou mais, de falecimento do autor – o que, no caso de Mário de Andrade, ocorreu em 2016.

Serviço


“Macunaíma em Quadrinhos”

Autor: Mário de Andrade

Ilustrador: Ângelo Agu e Dan-X

Nº de páginas: 80

Preço Sugerido: R$ 39.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Modernas, mães tornam-se influenciadoras digitais de sucesso em Dourados
ESPECIAL DIA DAS MÃES

Modernas, mães tornam-se influenciadoras digitais de sucesso em Dourados

10/05/2020 09:17
Modernas, mães tornam-se influenciadoras digitais de sucesso em Dourados
Isolamento impõe desafios a pais separados com guarda compartilhada
Covid-19

Isolamento impõe desafios a pais separados com guarda compartilhada

19/04/2020 10:23
Isolamento impõe desafios a pais separados com guarda compartilhada
Últimas Notícias