Dourados – MS quarta, 08 de julho de 2020
Dourados
19º max
10º min
Bebês e Crianças

Cineclube exibe amanhã “Que Horas Ela Volta?”

20 Nov 2015 - 08h58
“Que Horas Ela Volta”, acompanha a carismática empregada Val - Crédito: Foto: Divulgação“Que Horas Ela Volta”, acompanha a carismática empregada Val - Crédito: Foto: Divulgação
O Cineclube da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), exibe amanhã o filme nacional “Que Horas Ela Volta?”, escrito e dirigido por Ana Muylaert. A sessão começa às 17h e acontece no cineauditório da unidade I da UFGD, localizado na Rua João Rosa Gões, 1761, Vila Progresso.

A trama de “Que Horas Ela Volta”, acompanha a carismática empregada Val (Regina Casé), uma mulher que vive já há anos com uma família de classe alta em São Paulo. A personagem é detalhada, um raio-x completo de sua personalidade é apresentado ao público de maneira muito eficiente.

Val possui um grande conflito mal resolvido em seu passado, com sua única filha que precisou abandonar há mais de 10 anos. Toda essa junção de emoções chega como uma erupção sentimental quando a antes jovem, agora vestibulanda Jéssica (Camila Márdila), bate em sua porta. Seu único contato em São Paulo, onde quer prestar o vestibular, é a própria mãe. Assim, numa leque de situações, algumas um tanto quanto constrangedoras, mãe e filha precisam definir para sempre seu destino.

O filme representará o Brasil na competição pelo Oscar de melhor filme estrangeiro da edição de 2016. Esta é a primeira vez em 30 anos que um filme dirigido por uma mulher representará o Brasil no Oscar. Aclamado pelo público, o filme, feito com recursos da Agência Nacional de Cinema, ganhou o principal prêmio na mostra Panorama, do 65º Festival de Berlim, em fevereiro deste ano.

A atriz principal, Regina Casé, também recebeu em Sundance, nos Estados Unidos, o Prêmio Especial do Júri pela atuação como a personagem Val. Ela dividiu a homenagem com a atriz Camila Márdila, que fez a filha da protagonista, também nordestina.

Originalmente intitulado “A Porta da Cozinha”, foi baseado na própria experiência da diretora Ana Muylaert com uma babá, que cuidou de seu filho depois de ter deixado sua própria filha. O roteiro foi reescrito quatro vezes por ela e Regina Casé desde a sua primeira concepção, quando Muylaert considerava que ainda estava “ imaturo”. Casé tem um papel importante já que ela conhece muito bem a realidade de diversas mulheres nordestinas que foram para São Paulo em busca de um emprego, e Muylaert não procurava criar uma caricatura do que seria um personagem real. Ao contrário, ela escreveu a história, porque em sua opinião, cuidar de crianças de outras pessoas é “trabalho sagrado que é muito subestimado. “Que Horas Ela Volta?” foi filmado em fevereiro de 2014, em uma mansão no Morumbi, um bairro de classe alta de São Paulo e demorou nove meses para ser concluído.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Modernas, mães tornam-se influenciadoras digitais de sucesso em Dourados
ESPECIAL DIA DAS MÃES

Modernas, mães tornam-se influenciadoras digitais de sucesso em Dourados

10/05/2020 09:17
Modernas, mães tornam-se influenciadoras digitais de sucesso em Dourados
Isolamento impõe desafios a pais separados com guarda compartilhada
Covid-19

Isolamento impõe desafios a pais separados com guarda compartilhada

19/04/2020 10:23
Isolamento impõe desafios a pais separados com guarda compartilhada
Últimas Notícias