Dourados – MS quarta, 03 de março de 2021
Dourados
32º max
22º min
Influx
Estreia

Capitão América: Guerra Civil

29 Abr 2016 - 06h00
Proposta é que vários países regulamentam as ações dos super-herois em “Capitão América: Guerra Civil” - Crédito: Foto: DivulgaçãoProposta é que vários países regulamentam as ações dos super-herois em “Capitão América: Guerra Civil” - Crédito: Foto: Divulgação
O filme "Capitão América: Guerra Civil" é a estreia desta semana no Cinema do Shopping Avenida Center em Dourados. O eletrizante longa metragem pode ser conferido em vários horários nas Salas 1, 2 e 3.


A sinopse gira em torno da proposta de vários países de regulamentar as ações dos super-herois, depois de vários episódios de destruição, ficam em campos opostos o Capitão América, que é contra, e o Homem de Ferro, a favor. Vilões vão tentar se aproveitar do racha.


Vindos de filmes e séries de humor como "Dois é Bom, Três é Demais" (2006) e "Community" (2009-2015), os irmãos Anthony e Joe Russo surpreenderam com a guinada dada à bem-sucedida franquia de blockbusters dos super-heróis da Marvel, a partir de seu, ainda cômico, mas também denso "Capitão América 2: O Soldado Invernal" (2014).


Uma desastrosa ação em Lagos, na Nigéria, contra o antigo inimigo Rumlow (Frank Grillo com o visual do Ossos Cruzados), reacende as dúvidas sobre as consequências desmedidas dos Vingadores. A destruição provocada em Nova York, Washington e na fictícia Sokovia após as batalhas dos últimos filmes levou vários países a estabelecerem uma regularização de todos os indivíduos com superpoderes.


O agora secretário de Estado, Thaddeus Ross (William Hurt reprisando o general de "O Incrível Hulk", de 2008), informa que o Tratado de Sokovia os coloca sob a jurisdição da ONU e quem não assiná-lo será considerado um criminoso. As decisões precipitadas e traumas de Tony Stark (Robert Downey Jr.) nos últimos longas levam o alter ego do Homem de Ferro a apoiar a nova legislação, enquanto o Capitão América (Chris Evans) não aceita o controle governamental interferindo na liberdade de ação dos super-heróis. A defesa que Steve Rogers faz do Soldado Invernal (Sebastian Stan), seu velho amigo Bucky Barnes transformado em máquina programada para matar, acirra mais a divisão entre os dois companheiros e obriga os outros membros da equipe a escolher um lado.


Lançado apenas um mês depois de "Batman vs Superman: A Origem da Justiça" (2016), a comparação entre ambos é inevitável, não apenas pela rivalidade criada entre fãs da Marvel e da DC e pela disputa inerente em cada história, mas também devido às questões éticas das atitudes de seus protagonistas, que são ao mesmo tempo a salvação e a destruição. Segundo o Cine Web, a diferença é que Christopher Markus e Stephen McFeely, dupla de roteiristas de toda a trilogia do "Capitão América", têm a óbvia vantagem de dispor dos longas anteriores para construir o arco de seus personagens. Só assim conseguem colocar o militar Rogers contrariando a ordem para assumir ideias liberais e o capitalista empresário Stark optando pelo controle do Estado.


A trama superpovoada ainda cumpre bem o desafio de introduzir novas figuras neste conjunto, com um Pantera Negra (Chadwick Boseman imponente e com forte sotaque) ativo e com motivos para entrar na luta e um Homem-Aranha (Tom Holland melhor do que as expectativas) como o típico adolescente maravilhado, ágil e falante ao ser posto em batalha com seus ídolos.


Os irmãos Russo continuam impondo sua marca, tanto pelo viés político quanto pelo estilo de ação, dentro das possibilidades de uma fantasia, mais realista ao ser filmado pela câmera de Trent Opaloch no combate corpo a corpo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Sem famílias acolhedoras, crianças violentadas são retiradas das aldeias
Projeto

Sem famílias acolhedoras, crianças violentadas são retiradas das aldeias

30/11/2020 15:51
Sem famílias acolhedoras, crianças violentadas são retiradas das aldeias
Lei manda informar sobre entrega de filho para adoção
Adoção

Lei manda informar sobre entrega de filho para adoção

26/11/2020 12:36
Lei manda informar sobre entrega de filho para adoção
Novembro Roxo aborda a prematuridade e seus desafios
Saúde

Novembro Roxo aborda a prematuridade e seus desafios

16/11/2020 15:21
Novembro Roxo aborda a prematuridade e seus desafios
Dourados tem 45 cartinhas de crianças e adolescentes na Campanha de Natal do Pacijus
Boa Ação

Dourados tem 45 cartinhas de crianças e adolescentes na Campanha de Natal do Pacijus

13/11/2020 15:13
Dourados tem 45 cartinhas de crianças e adolescentes na Campanha de Natal do Pacijus
Últimas Notícias