Dourados – MS segunda, 28 de setembro de 2020
Dourados
32º max
21º min
Homenagem

Artistas são homenageados durante feira de artes na Capital

05 Mai 2016 - 06h00
Ator Fábio Germano, que representou Blanche Torres, recebeu o Troféu MonaLídia, inspirado na emblemática Monalisa de Leonardo da Vinci e na artista plástica sul-mato-grossense Lídia Baís. - Crédito: Foto: Elvio LopesAtor Fábio Germano, que representou Blanche Torres, recebeu o Troféu MonaLídia, inspirado na emblemática Monalisa de Leonardo da Vinci e na artista plástica sul-mato-grossense Lídia Baís. - Crédito: Foto: Elvio Lopes
A Mbayarte Produções Artísticas e Culturais de Mato Grosso do Sul realizou, no último domingo, uma homenagem em comemoração do Dia Internacional do Artista Plástico, celebrado em 8 de maio. Na ocasião foi outorgado o Troféu MonaLídia, inspirado na emblemática Monalisa de Leonardo da Vinci e na artista plástica sul-mato-grossense Lídia Baís a personalidades das artes plásticas de três gerações: os antigos, veteranos e contemporâneos, numa iniciativa do presidente da entidade, o artista plástico e produtor cultural Jonir Figueiredo.


A Feirarte - Feira de Artes Plásticas e Artesanato de Campo Grande, tem suas edições realizadas no primeiro domingo de cada mês, na Praça das Araras, no bairro Amambaí e, no domingo passado, foi realizada sua terceira edição, com a homenagem prestada a Fausto Furlan, de 88 anos; Sila Passarelli, de 87 anos e Sara Figueiró, de 86 anos, todos na categoria de antigos; Humberto Espíndola, como veterano e Ana Ruas, Blanche Torres e o Grupo de Artes de Rua, como contemporâneos. Também foram prestadas homenagens póstumas a João Sebastião, Fujita e Paulo Rubens Parlagrecco.


Sobre Fausto Furlan, o organizador das homenagens, Jonir Figueiredo, destacou que foi um dos grandes artistas de meados do século passado, com seu trabalho a serviço do patrimônio histórico e arquitetônico de Campo Grande. "Na década de 70, quando eu estava começando na atividade cultural, Fausto Furlan foi o iluminador de meu trabalho e desde então nossos laços de amizade se fortaleceram através do tempo", enfatiza Jonir.


Sila Passarelli, antes de receber a homenagem, conheceu pessoalmente a artista plástica e professora de artes Ana Ruas e afirmou ser fã da jovem que conquistou ano passado importante prêmio nacional. Responsável pela introdução da pintura em porcelana em Campo Grande, também em meados do século passado, Sila Passarelli desenvolveu várias atividades artísticas ao longo das décadas em que vive na Capital, onde ensinou Artes.


Sara Figueiró foi lembrada por Jonir como uma das mais atuantes presidentes do Conselho de Cultura do Estado e também pelo incentivo ao trabalho dos novos artistas sul-mato-grossenses. Agradecendo a homenagem, ela afirmou que, mesmo com a idade avançada, ainda está firme com uma luta árdua pelas artes no Mato Grosso do Sul.

Deferência


Comemorando 50 anos de trabalho nas artes plásticas, o veterano Humberto Espíndola recebeu a homenagem pelos trabalhos produzidos no Mato Grosso do Sul e que se notabilizaram além fronteiras, com exposições na Europa e nos Estados Unidos e sempre atuante nas artes plásticas, um exemplo para os contemporâneos, segundo Jonir.


Ao agradecer, em nome dos demais homenageados, Humberto salientou o trabalho de Jonir em reunir pessoas, conquistar cidades e incentivar a produção artística e cultural no Estado. "Conheci Jonir ainda criança, iniciando-se nas artes, o acompanho em todos os aspectos da vida e fico feliz e agradecido pela iniciativa desta homenagem".


Ana Ruas foi reverenciada pela mais acirrada disputa nacional no ano passado, em que conquistou um importante prêmio por sua criatividade artística. Ela também foi reconhecida como uma das mais importantes arte-educadoras da atualidade na Capital, emprestando seu tempo para ensinar a arte e a cultura a crianças, jovens e adultos.


Do interior, foi homenageada a artista plástica, atriz, escritora e bailarina Blanche Torres, de Dourados, descrita por Jonir como uma artista completa, lembrando que é a única participante em todas as edições do livro "Vozes", da série produzida até 2014 pela Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, onde foi incluída nas edições de Artes Plásticas, Teatro, Dança e Literatura. Ela foi representada pelo também ator Fábio Germano, que veio de Glória de Dourados e que destacou Blanche como sua primeira professora de teatro.


Também foi homenageado o Grupo Artes de Rua, pelo trabalho de grafite cultural desenvolvido na Capital. Ao final da entrega das homenagens, o ator e diretor Isaac Zampieri apresentou uma performance inspirada em obra de Manoel de Barros e o Grupo de Teatro Maracangalha apresentou a peça "Tekohá" - premiada nacionalmente e que destaca a vida do líder indígena Marçal de Souza, o Tupã-Y.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça decide que pai tem direito de visitar a filha
JUSTIÇA

Justiça decide que pai tem direito de visitar a filha

25/09/2020 16:34
Justiça decide que pai tem direito de visitar a filha
Comércio aposta em Dia das Crianças para melhores resultados nas vendas
Economia

Comércio aposta em Dia das Crianças para melhores resultados nas vendas

22/09/2020 16:57
Comércio aposta em Dia das Crianças para melhores resultados nas vendas
Crianças de até 1 ano têm baixa taxa de vacinação em Dourados
Saúde

Crianças de até 1 ano têm baixa taxa de vacinação em Dourados

22/09/2020 15:04
Crianças de até 1 ano têm baixa taxa de vacinação em Dourados
“Eu ‘tô’ com saudade do planeta inteiro”: o alto preço pago pelas crianças na pandemia
Pandemia

“Eu ‘tô’ com saudade do planeta inteiro”: o alto preço pago pelas crianças na pandemia

10/09/2020 15:14
“Eu ‘tô’ com saudade do planeta inteiro”: o alto preço pago pelas crianças na pandemia
Pais envolvidos em maus-tratos têm direito de visitas cassado
Três Lagoas

Pais envolvidos em maus-tratos têm direito de visitas cassado

02/09/2020 16:42
Pais envolvidos em maus-tratos têm direito de visitas cassado
Últimas Notícias