Dourados – MS sábado, 16 de outubro de 2021
Dourados
23º max
18º min
Bebês e Crianças

Academia de Letras empossa Emmanuel Marinho

27 Out 2015 - 07h00
Emmanuel Marinho é poeta, ator, diretor, educador e promotor cultural. - Crédito: Foto: DivulgaçãoEmmanuel Marinho é poeta, ator, diretor, educador e promotor cultural. - Crédito: Foto: Divulgação
A Academia Sul-Mato-Grossense de Letras, empossa hoje Emmanuel Marinho como o novo acadêmico. A solenidade acontece às 20h, no Teatro Municipal de Dourados.


Além de outros acadêmicos, a diretoria da ASL composta pelo presidente Reginaldo Araújo, e secretário-geral da Academia, escritor Rubênio Marcelo estará presente nesta terça-feira para a Sessão Magna especial.


O novo imortal, que conforme rito próprio será saudado na ocasião pelo acadêmico Henrique de Medeiros assumirá a cadeira nº 33 da ASL, que possui como patrono o saudoso escritor Ovídeo Correia, e que teve Flora Thomé como antecessora. A atração cultural ficará por conta da cantora Giani Torres e o guitarrista Simão Gandhy.


Residente em Dourados, Emmanuel Marinho é formado em Psicologia e Artes Cênicas. É poeta, ator, diretor, educador e promotor cultural. É autor de sete livros publicados: “Caixa das Delícias” (2003), “Caixa de Poemas” (1997), “Satilírico” (1995), “Margem de Papel” (1994), “Jardim das Violetas” (1983), “Cantos da Terra” (1982) e “Ópera 3” (1980).


A Sessão Magna faz parte das comemorações de aniversário da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras, que completa 44 anos de fundação na próxima sexta-feira. Fundada pelos escritores Ulisses Serra, José Couto Pontes e Germano Barros de Souza, no dia 30 de outubro de 1971, a atual ASL surgiu com o nome de Academia de Letras e História de Campo Grande. A instalação oficial da Academia se deu na noite de 13 de outubro de 1972, em Campo Grande. Com 40 cadeiras vitalícias, aos moldes da Academia Brasileira de Letras (ABL), a ASL - a mais alta e representativa entidade literária de MS - mantém ao longo da sua existência uma história marcante voltada para a defesa do vernáculo e o cultivo da literatura, zelando e incentivando todas as derivações da cultura estadual e nacional.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Pandemia teve impactos diretos para bebês e crianças, diz estudo
12 de outubro

Pandemia teve impactos diretos para bebês e crianças, diz estudo

12/10/2021 13:34
Pandemia teve impactos diretos para bebês e crianças, diz estudo
Dia das Crianças: o que elas esperam do futuro pós-pandemia
12 de outubro

Dia das Crianças: o que elas esperam do futuro pós-pandemia

12/10/2021 10:23
Dia das Crianças: o que elas esperam do futuro pós-pandemia
Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS
Bebês e Crianças

Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS

17/05/2021 15:39
Cresce abuso de crianças do sexo masculino em MS
Últimas Notícias