Dourados – MS sexta, 25 de setembro de 2020
Dourados
35º max
19º min
Arquitetura

Madeira de reflorestamento como decoração

28 Mar 2016 - 10h13Por globo esporte
A pinus faz parte do grupo de madeiras de reflorestamento. O tipo Elliot, é de um dos pinheiros predominantes no Sul e Sudeste. - Crédito: Foto:: Barbara LopesA pinus faz parte do grupo de madeiras de reflorestamento. O tipo Elliot, é de um dos pinheiros predominantes no Sul e Sudeste. - Crédito: Foto:: Barbara Lopes
Uma madeira clara, que deixa em evidência seus veios e nós, parecendo natural. Esta é a pinus. Muito popular nos anos 1980, ela acabou esquecida depois do boom dos móveis de MDF, bem mais baratos que os de madeira maciça. Hoje, está de volta, com espaço na área de móveis de sites populares, como o americanas.com, das Lojas Americanas; e em lojas como a Tok & Stok. — A pinus voltou porque é uma madeira maciça com um custo-benefício ótimo e dá um ar descontraído e descolado aos ambientes. É muito solicitada por jovens que estão mobiliando a casa e para quartos de criança — explica a arquiteta Bianca da Hora, que tem incluído esta madeira em muitos projetos.


O casal Fernanda Tavares e Alexandre Moreira é a prova disso. Noivos, os dois estão mobiliando o apartamento que habitarão depois de casados. Eles se interessaram pela pinus por quererem dar um ar moderno à decoração do novo lar.


— Gostei porque é uma madeira rústica, com cortes simples, como se fosse artesanal — conta Moreira.

Madeira sustentável


Depois de fazer uma pesquisa de referências na internet, Fernanda Tavares e Alexandre Moreira partiram para as lojas, dispostos a encontrar móveis de pinus, mas contam que foi difícil encontrar peças indagando pelo nome da madeira. A saída tem sido avaliar as características do que encontram para concluir que o produto é deste material.


— A princípio achamos difícil encontrar pinus nas lojas. Sempre me sugeriam mandar encomendar os móveis a um arquiteto ou diretamente nas marcenarias. Acredito que a dificuldade existe porque nem sempre a etiqueta das peças tem referência à madeira da qual ela é feita — observa Fernanda.

Publicidade


João Deneton, supervisor da loja Tok & Stok do CasaShopping, frisa que nem sempre a cor basta para indicar se a madeira é pinus, já que ela pode receber diversos tipos de verniz e, algumas vezes, até tintura. — A melhor maneira ter certeza é procurar as informações da ficha técnica do móvel — ensina.


A professora Lívia de Lauro fez um caminho diferente. Sem saber muito sobre decoração e sem indicações, começou a procurar móveis para o apartamento onde pretende morar a partir de julho. Buscando nos sites das lojas mais famosas, ela acabou percebendo, sem querer, o aumento da presença do pinus.


— Tenho visto muitas mesas, cadeiras e racks que têm pelo menos os pés feitos dessa madeira mais clara, com cara de natural. Achei-a muito bonita e comecei a procurar coisas nesse estilo, mas não tinha ideia de que se tratava de pinus — conta.


A arquiteta Bianca da Hora explica que os consumidores acabam percebendo o padrão devido às características naturais desse tipo de madeira.


— Mais do que a cor, o diferencial são os nós da madeira, os veios expostos, a textura — observa.

Publicidade


A pinus faz parte do grupo de madeiras de reflorestamento. O tipo Elliot, o mais usado pela Tok & Stok para a fabricação de seus móveis, é de um dos pinheiros predominantes em áreas do Sul e do Sudeste brasileiros. Isso faz com que, além do design, a madeira agrade também a quem leva em consideração a questão ecológica.


— Tem um lado muito bacana da popularidade da pinus que é essa questão da conscientização, da preocupação das pessoas e das marcas de usarem uma madeira de reflorestamento por causa do meio ambiente — afirma Bianca.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Branding em Arquitetura
Variedades

Branding em Arquitetura

30/07/2020 14:38
Branding em Arquitetura
Jonir Figueiredo expõe mandalas de luz
Exposição

Jonir Figueiredo expõe mandalas de luz

30/07/2020 14:35
Jonir Figueiredo expõe mandalas de luz
Últimas Notícias