Dourados – MS terça, 14 de julho de 2020
Dourados
25º max
17º min
Respeito à Vida/ALMS (Ramal)
Arquitetura & Decoração

Arquitetura paisagista recria ambientes no Unigran Decor

16 Nov 2015 - 09h20Por César Cordeiro Do Progresso
O projeto foi elaborado pelos estudantes do curso de Arquitetura da Unigran. - Crédito: Foto: DivulgaçãoO projeto foi elaborado pelos estudantes do curso de Arquitetura da Unigran. - Crédito: Foto: Divulgação
Ambientes externos aconchegantes que remetem à fazenda e a casa da avó. O contexto da arquitetura paisagista da Unigran Decor exalta a essência da natureza, com oito espaços recriados por estudantes do curso de Arquitetura e Urbanismo com a supervisão da professora Monad Clemente. Aberto de terça a domingo das 14h às 22h, até o dia 29, para visitação do público, o Unigran Decor ambientou a residência da diretora-presidente do jornal O Progresso, Adiles do Amaral Torres. O imóvel fica na rua Izzat Bussuan, 2000, ao lado da escola Imaculada.

O Paisagismo não é, como muitos acreditam, tão somente a elaboração de jardins e praças. Ele constitui uma técnica cada vez mais apurada, voltada para a criação de áreas paisagísticas. Como o projeto tem proposta apresentar o estilo e a vida do poeta Manoel de Barros, os estudantes e professora Monad, da disciplina de Arquitetura Paisagista, pesquisaram a fundo a relação do poeta com o Pantanal, com a fazenda. O ambiente externo do imóvel é repleto de muito verde, árvores de grande porte e um vasto jardim. Tudo isso contribuiu para a temática e o resultado do Unigran Decor é considerado como “a casa dos sonhos”.

A recriação do paisagismo contou com a colaboração de parceiros. No jardim, por exemplo, foram colocados plantas das espécies hibisco, frutíferas regionais, bromélias entre outras ornamentais. Logo na entrada do imóvel está o espaço “roda de tereré”, onde foi utilizado troncos de madeira para servir como banco. Logo ao lado está o “lugar de ser inútil”, ambiente dotado de móveis de madeira rústico, destinado a repouso, à criação. Manoel de Barros falava que “poesia é a virtude do inútil”.

Em meio a árvores no jardim, foi colocado esteiras no chão, destinadas para as pessoas deitarem. Por haver uma grande abertura entre galhos, à noite, é possível ver as estrelas. O local ganhou nome de “contemplação do céu”. Já em todo o jardim é possível ver esculturas da artista Ana Urio, todas elas de pássaros do Pantanal.
Aos fundos da casa, onde há piscina e outro grande jardim, além de muito verde, é claro, está o “lugar da prosa”, com cadeiras de diferentes estilos. A ideia, segundo Monad, é mostrar a roda em família, que na medida que cresce, mais cadeiras vão chegando, de várias partes da casa. Os estudantes também pensaram numa horta. Porém, a que foi colocada na casa está em formato de espiral de tijolos.

Aproveitando uma fonte no jardim, foi reconstruído no ambiente o “lugar de ser iluminado”. O destaque fica por conta de uma pedra quartzo colocada na fonte. Outro destaque da arquitetura paisagística no jardim é a “estrutura efêmera”, ambiente que pode sediar uma palestra. Nele há kokedamas, técnica de jardinagem com plantas flutuantes.

Alunos

Adrielle, Amália Arrieiro, Ana Caroline, Ana Flores, Augusto, Caroline, Dayara, Diego, Fernanda Florencio, Fernanda Xavier, Hussein, Isabela, Isaura, Ivone, Jaine, Jaquerson, Jessica Vedana, Jhonatas, Jorge, José Filho, Kathia, Kamilla Macena, Kettlyn, Leonardo Lino, Mara Lima, Margarete, Merinhele Candado, Murillo, Nicolas, Renata, Rodrigo, Stefani, Tailinny, Thais, e Veridiana.

Patrocinadores

Ambiental Consultoria - Armazem Music - Artesanato Sturmer - Carranca Mármores e Granitos - Carvão Dourados - Casa Das Cores – Construfátima - Douratubos - Fercical Materiais para Construção - Galpão Das Artes Guaicurus - Gritti Materiais para Construção - Imperatriz Locações de Containers - Irrigran - Itaicy Iluminação - Lc Engenharia - Madeireira Alvorada - Madeireira Barreto - Mozaico Móveis Arte - Mudas Meurer - Oka Pisos e Acabamentos - Semiaberto Feminino.

Deixe seu Comentário