Dourados – MS segunda, 28 de setembro de 2020
Dourados
32º max
21º min
Variedades

“...A minha graça te basta”

25 Jan 2016 - 10h43
Benê Cantelli

Certa vez, encontrei um rapaz que me disse: “Professor, se eu soubesse que somos julgados por aquilo que sabemos e conhecemos, não teria dado tanto tempo à leitura da Palavra. Conhecer a Bíblia, pode ser hoje, para mim, o meu castigo”. Pego de surpresa, atônito, fiquei pensando e, em seguida, me mordeu a luz do entendimento, quando lembrei-me da expressão no Antigo Testamento, onde está escrito: “Errais por não conhecer as escrituras”. Jesus, por sua vez, em Mateus, afirma: “Pecais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus.  E, em Marcos, disse: “Porventura não errais vós em razão de não saberdes as Escrituras nem o poder de Deus”? 


Contudo, existem passagens bíblicas que fogem ao entendimento humano. Não são inteligíveis e, muito menos, acatadas por nosso coração. São aquelas que, Deus nos dará a conhecer, apenas do outro lado.


Entre elas, está a escrito no capítulo II, verso 1 do Livro Eclesiástico: “Meu filho, se entrares para o serviço de Deus, permanece firme na justiça e no temor, e prepara a tua alma para a provação; humilha teu coração, espera com paciência, dá ouvidos e acolhe as palavras de sabedoria; não te perturbes no tempo da infelicidade, sofre as demoras de Deus; dedica-te a Deus, espera com paciência, a fim de que no derradeiro momento tua vida se enriqueça. Aceita tudo o que te acontecer. Na dor, permanece firme; na humilhação, tem paciência. Pois é pelo fogo que se experimentam o ouro e a prata, e os homens agradáveis a Deus, pelo cadinho da humilhação. Põe tua confiança em Deus e ele te salvará; orienta bem o teu caminho e espera nele. Conserva o temor dele até na velhice. Vós, que temeis o Senhor, esperai nele; sua misericórdia vos será fonte de alegria”.
Depois que passamos por alguma vereda muito estreita, fica ainda mais difícil, aceitar tais afirmações, mesmo sabendo divinas. Se algumas dessas veredas já me eram bastante enojadas, a última, para mim, em tudo é sufocante, por tratar-se de desajuizada injustiça.


Aliás, tenho comigo que o Apóstolo Paulo, o maior entre todos os pregadores, aquele que apenas creu, pois não teve a ventura de haver conhecido Jesus, ao vivo, em determinados momentos, deve ter passado pelo cansaço proveniente do crivo da dor, pois é de todos o que mais apanhou. Entre os fatos que me dão oportunidade de pensar assim, faço destaque ter sido transladado ao terceiro Céu, de onde volta afirmando: “Viver é prejuízo. Morrer é lucro para mim”.


É, este mesmo Paulo que pedia insistentemente ao Senhor que retirasse dele aquele “ESPINHO NA CARNE” que tanto o sacrificava e injuriava, tantas vezes pediu, tantas Deus não respondeu. Até que, depois de tanto insistir, Deus lhe disse: “Paulo, a minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza”. 2 Coríntios 12:9


Depois de trabalhar tanto pela causa divina, receber uma resposta como esta, poderia, para muitos, ser motivo de desilusão e até rebeldia. Não foi o que aconteceu com Paulo.


Há momentos e, não são poucos, dentro do Cristianismo que se vislumbra uma religião muito diferente do que desejamos e queremos. Não tem meio termo. Não há atalhos. Ou é ou não é. Ainda não posso dizer que vale a pena, porque ainda não cheguei ao fim. A confiança. A fé e o temor a Deus são os condimentos para se chegar lá. Enquanto a jornada se alonga, sigo a lei dos campistas: CONFIE.


Bom dia e melhores tempos aos que creem e também aos que não creem, pois um dia, poderão servir ao Senhor.


Professor e Campista. e-mail: [email protected]

Deixe seu Comentário

Leia Também

"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Recreação

"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos

25/09/2020 07:23
"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
Condenação

Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida

21/09/2020 16:57
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
MTur disponibiliza R$ 13,5 milhões para ações de retomada do turismo nos estados
Turismo

MTur disponibiliza R$ 13,5 milhões para ações de retomada do turismo nos estados

21/09/2020 10:36
MTur disponibiliza R$ 13,5 milhões para ações de retomada do turismo nos estados
O julgamento de Deus
Artigo

O julgamento de Deus

17/09/2020 08:51
O julgamento de Deus
Professor de Medicina explica sobre a qualidade do sono
Saúde

Professor de Medicina explica sobre a qualidade do sono

13/09/2020 10:11
Professor de Medicina explica sobre a qualidade do sono
Últimas Notícias