Dourados – MS sexta, 30 de outubro de 2020
Dourados
26º max
18º min
Influx
Variedades

07.02.2011 - Planos futuros

07 Fev 2011 - 05h34

######[email protected]



#####Planos futuros

O comentário nas rodinhas palacianas é que o governador André Puccinelli (PMDB) orientou o partido a apoiar a candidatura de Murilo Zauith (DEM) em Dourados em 6 de fevereiro como forma de recompensar o democrata que se viu literalmente atropelado pela força da máquina peemedebista durante as eleições para o Senado, ano passado.
Porém, o italiano avisa que em 2012 não poderá segurar os correligionários na disputa pelo controle da maior cidade do interior sul-mato-grossense.

#####Manobra

A conversa entre os principais líderes do PT é que o governador não pode esquecer do acordo que fez para facilitar a vida de Delcídio do Amaral durante as eleições para o governo estadual em 2014, até como retribuição pelo fato de o senador ter dificultado ao máximo a ascensão política do ex-governador Zeca do PT em pleitos anteriores.
Em outras palavras, o peemedebista indicaria um candidato de menor potencial eleitoral em vez de um nome capaz de sucedê-lo daqui a quatro anos.

#####Cala boca

Para analistas, o PT deverá indicar, mais uma vez, o vice na composição da futura Mesa Diretora da Assembleia Legislativa.
A estratégia seria uma forma de deixar os petistas pianinhos na próxima legislatura, que começa pra valer no começo do mês que vem, a exemplo do ano passado quando os parlamentares do partido faziam oposição somente para inglês ver. Em 2010, o vice era o deputado Pedro Kemp.

#####Jogo de cena

Setores da imprensa da Capital ainda não conseguiram interpretar a “briga” explícita entre André Puccinelli e o prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad. Enquanto os peemedebistas trocam farpas pela imprensa, nos bastidores a conversa é outra.
Só que na hora do vamos ver a unidade sempre prevalece, para desespero da oposição, que torce por uma ruptura do grupo político que é hegemônico em Mato Grosso do Sul.

#####Campanha ilegal

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, propôs ontem ao STF a anulação do artigo da Lei Eleitoral que dá só 15 dias após a diplomação dos eleitos para que sejam apresentadas ações contra fraudes nos financiamentos das campa-nhas.
É que, como a diplomação foi dia 18 de dezembro, e a Justiça Eleitoral só volta dia 7 agora, quem recebeu grana ilegal não pode ser processado. Na ação, Gurgel pede que o Supremo declare o prazo inconstitucional.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Nasa anuncia descoberta de água em estado líquido na Lua
Água na Lua

Nasa anuncia descoberta de água em estado líquido na Lua

26/10/2020 16:27
Nasa anuncia descoberta de água em estado líquido na Lua
Ciclismo se torna terapia e superação em Dourados
Biketerapia

Ciclismo se torna terapia e superação em Dourados

26/10/2020 13:20
Ciclismo se torna terapia e superação em Dourados
Turismo no Mato Grosso do Sul conquista selo Safe Travels, da WTTC
Selo internacional

Turismo no Mato Grosso do Sul conquista selo Safe Travels, da WTTC

04/10/2020 11:13
Turismo no Mato Grosso do Sul conquista selo Safe Travels, da WTTC
"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Recreação

"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos

25/09/2020 07:23
"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
Condenação

Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida

21/09/2020 16:57
Empresa de estúdio fotográfico é condenada por cobrança indevida
Últimas Notícias