Dourados – MS quinta, 18 de agosto de 2022
Dourados
30º max
18º min
Campanha de Utilidade Pública - Caruru
Internet

Projeto 60+: Inclusão digital da melhor idade já está presente em 16 cidades de MS

Em cada localidade, as monitoras auxiliam os alunos a se tornarem independentes, superando as dificuldades com o acesso à internet

30 Jun 2022 - 15h15Por Assessoria/Fiems
Na terceira aula do curso, em Ponta Porã. os alunos aliam teoria e prática para seguirem aprendendo mais sobre informática e internet - Crédito: DivulgaçãoNa terceira aula do curso, em Ponta Porã. os alunos aliam teoria e prática para seguirem aprendendo mais sobre informática e internet - Crédito: Divulgação

O Projeto 60+, que promove a inclusão digital da melhor idade, já está presente em 16 cidades do interior de Mato Grosso do Sul. Em cada localidade, as monitoras auxiliam os alunos a se tornarem independentes, superando as dificuldades com o acesso à internet. O curso ainda vai além da tecnologia: as aulas abordam noções de cidadania e propiciam um momento de acolhida e descontração para os idosos. Confira um resumo de como as atividades estão sendo desenvolvidas nas unidades da Biblioteca da Indústria do Conhecimento do Sesi:

Ponta Porã – Na terceira aula do curso, os alunos aliam teoria e prática para seguirem aprendendo mais sobre informática e internet. “Me sinto muito feliz em participar das aulas. A paciência que a professora tem me ajuda muito em não querer faltar nenhum dia”, disse a estudante Sonia Gonçalves Cáceres, de 73 anos.

Aquidauana – A aula inaugural do curso de inclusão digital da melhor idade foi realizada na última quarta-feira (22/06) e contou com a presença da gerente regional do Sesi, Silvana Barros, e da secretária municipal de educação, Wilsandra de Lima Beda. Alunos e monitores ficaram ansiosos pelo início das atividades. “Vai ser muito legal ensinar a terceira idade a usar as facilidades que a tecnologia oferece”, comentou a monitora Ana Paula de Lima.

Caracol – A turma do Projeto 60+ já está no quarto encontro. Na aula, os alunos criaram contas de e-mail e aprenderam a enviar mensagens pela internet. As monitoras reservaram um momento da aula para falar sobre o dia mundial de conscientização da violência contra a pessoa idosa. 

Também foi divulgado o serviço Disque 100, canal de denúncias 24 horas por dia sobre violações aos direitos humanos. “Com atividades como essa, os alunos se sentem integrados à comunidade e percebem o real valor que eles têm para a sociedade como um todo”, disse a monitora Brenda Medina.

Paranaíba – Em sua segunda aula, os alunos do curso têm se empenhado cada vez mais em aprender as ferramentas tecnológicas e colocá-las em prática. “Estou adorando as aulas. Minha filha está orgulhosa. Agora posso ser mais independente”, disse a aluna Gizlaine de Mello, de 71 anos. 

“Está sendo muito gratificante ver nossos alunos aprender, eles têm muita força de vontade. São atenciosos, educados e muito amáveis. Gostam muito de falar dos netos, crochês, aulas de alongamento e plantas. Anotam tudo no bloquinho!”, comentou a monitora Doriana Borges Silva Freitas.

Laguna Carapã – A aula inaugural foi realizada na última quarta-feira (22/06). O momento inicial foi marcado pelas apresentações individuais, em que cada aluno teve oportunidade de falar sobre as expectativas com o curso. A primeira funcionalidade do celular ensinada na aula foi como aumentar a letra na tela do aparelho. “Fiquei muito feliz com o convite, pois voltei a estudar e tenho muita dificuldade com essa tal de tecnologia”, disse Jussimara Gauchinho, de 53 anos.

Sonora – Os alunos estão descobrindo funções essenciais do celular, como ativar wi-fi e dados móveis, configurar senhas e instalar aplicativos. “Ao término da aula, os alunos ainda estavam ansiosos por aprendizado, e alguns ainda ficaram um pouquinho mais para tirar dúvidas. Fiquei encantada com a dedicação e vontade de adquirem conhecimento deles”, comentou a monitora Zenilda Ferreira de Quadros.

Nova Andradina – Sabendo da dificuldade dos idosos em enxergar letras pequenas na tela do computador, a monitora Regina Leite projetou a apresentação das aulas no televisor. A iniciativa facilitou a vida dos alunos, que puderam esclarecer várias dúvidas sobre o conteúdo apresentado. “Gostei muito da aula, principalmente para aumentar a letra do celular, eu nem sabia que tinha essa ferramenta no telefone. A aula foi muito tranquila, também trouxe um caderno para fazer minhas anotações caso eu esqueça”, contou a aluna Edna Soares dos Santos, de 67 anos.

Terenos – Dando continuidade ao curso, os alunos tiveram aula de reforço sobre conteúdos como uso do navegador, tirar selfies, trocar a foto de perfil nas redes sociais, conceitos de acessibilidade no celular, entre outros. A turma repetiu os exercícios com intuito de memorizar o que aprenderam.

Deixe seu Comentário

Leia Também

WhatsApp terá avatares: veja como vai funcionar
Novidade

WhatsApp terá avatares: veja como vai funcionar

16/08/2022 13:45
WhatsApp terá avatares: veja como vai funcionar
Tecnologia

Tecnologia de choque térmico pode restaurar a função cerebral de pacientes com doenças neurológicas?

14/08/2022 17:00
Tecnologia

WhatsApp vai permitir que usuário "esconda" que está online e saia de grupos silenciosamente

09/08/2022 14:15
Tecnologia

TCE-MS investe na modernização de parque tecnológico

04/08/2022 17:45
A técnica que 'ressuscita' órgãos de porcos e pode revolucionar transplantes
Ciência

A técnica que 'ressuscita' órgãos de porcos e pode revolucionar transplantes

03/08/2022 17:45
A técnica que 'ressuscita' órgãos de porcos e pode revolucionar transplantes
Últimas Notícias