Dourados – MS terça, 14 de julho de 2020
Dourados
25º max
17º min
Respeito à Vida/ALMS (Ramal)
Tecnologia

Governo publica critérios para produção de tablets

01 Jun 2011 - 13h40
Tablets fabricados no Brasil, como o Xoom, da
Motorola, terão que cumprir alguns critérios para
se beneficiarem das isenções - Crédito: Foto: DivulgaçãoTablets fabricados no Brasil, como o Xoom, da Motorola, terão que cumprir alguns critérios para se beneficiarem das isenções - Crédito: Foto: Divulgação
O governo publicou no Diário Oficial da União desta quarta-feira (1) os critérios que os fabricantes de tablets terão de cumprir para se beneficiarem de isenções fiscais. As regras do Processo Produtivo Básico (PPB) dão prazo para o início da montagem local de componentes sofisticados, como telas, a partir do final de 2013.

De acordo com o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, as empresas estão liberadas temporariamente de utilizar alguns componentes nacionais na produção dos tablets, como baterias e gabinetes. No caso de carregadores, será apenas exigido que 50% delas sejam fabricadas no Brasil a partir de 2012. A partir de 2013, a exigência de conteúdo nacional para esse componente já passa a ser de 80%.

Segundo a portaria publicada nesta quarta-feira (1), os fabricantes de tablets estão dispensados até 31 de dezembro de 2013 da montagem local das telas de seus equipamentos – de cristal líquido, plasma ou outras tecnologias. Após essa data, será exigido que 50% das telas sejam nacionais.

Os tablets fabricados no Brasil hoje terão que ter 50% das placas-mãe produzidas no país em 2011, passando para 80% em 2012 e 95% a partir de 2013. Chips de comunicação sem fio via 3G têm índice de 20% em 2013 e de 30% a partir de 2014. Para as placas com acesso à rede wi-fi, será exigido 50% de conteúdo nacional somente a partir de 2013, chegando a 80% em 2014.

A portaria dos ministérios de Ciência e Tecnologia e de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior foi publicada depois que o governo incluiu os tablets na chamada \"Lei do Bem\". A legislação permite que o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) baixe de 15% para 3% nos tablets. Além disso, a alíquota do PIS/Cofins cai de 9,25% para zero. A expectativa do governo é que os preços ao consumidor dos tablets nacionais caíam em cerca de 30%.

De acordo com a empresa de pesquisa IDC, as vendas de tablets no Brasil devem chegar a 300 mil unidades em 2011, com a maior movimentação ocorrendo no segundo semestre do ano. Segundo a companhia, a desoneração dos tablets só terá impacto relevante em 2012, levando-se em conta o tempo de produção dos dispositivos brasileiros.

Com informações da Agência Estado e Reuters. (G1)*

Deixe seu Comentário

Leia Também

Pesquisadores usam saquinhos de chá para avaliar qualidade do solo
Qualidade do Solo

Pesquisadores usam saquinhos de chá para avaliar qualidade do solo

09/07/2020 12:25
Pesquisadores usam saquinhos de chá para avaliar qualidade do solo
Relação de confiança evita que filhos caiam em desafios perigosos na internet
DESAFIO DO PATETA

Relação de confiança evita que filhos caiam em desafios perigosos na internet

26/06/2020 10:29
Relação de confiança evita que filhos caiam em desafios perigosos na internet
MS Digital: aplicativo que aproxima serviços públicos do cidadão oferece novas ferramentas
TECNOLOGIA

MS Digital: aplicativo que aproxima serviços públicos do cidadão oferece novas ferramentas

24/06/2020 09:05
MS Digital: aplicativo que aproxima serviços públicos do cidadão oferece novas ferramentas
Facebook é a maior plataforma de notícias falsas, aponta pesquisa
FAKE NEWS

Facebook é a maior plataforma de notícias falsas, aponta pesquisa

18/06/2020 10:41
Facebook é a maior plataforma de notícias falsas, aponta pesquisa
Investimento em ciência e tecnologia permite uso do gás de cozinha como fonte de energia em MS
Ciência e Tecnologia

Investimento em ciência e tecnologia permite uso do gás de cozinha como fonte de energia em MS

27/05/2020 14:30
Investimento em ciência e tecnologia permite uso do gás de cozinha como fonte de energia em MS
Últimas Notícias