Dourados – MS quarta, 28 de fevereiro de 2024
33º
IPVA parcela 2
ALEMS

Projeto proíbe instalação de tomadas em presídios para combater uso de celular

O projeto deve ser apresentado na sessão plenária deste terça-feira, dia 19

19 Set 2023 - 07h45Por Osvaldo Júnior, Agência ALEMS
Deputado Rafael Tavares, autor da proposta, afirma que o objetivo é combater o uso de celulares nos estabelecimentos prisionais - Crédito: Luciana Nassar/ALEMSDeputado Rafael Tavares, autor da proposta, afirma que o objetivo é combater o uso de celulares nos estabelecimentos prisionais - Crédito: Luciana Nassar/ALEMS

A instalação de tomadas e de pontos de energia elétrica pode ser vedada em estabelecimentos prisionais de Mato Grosso do Sul. A proibição é prevista no Projeto de Lei 276/2023, protocolado na tarde de ontem (18), pelo deputado Rafael Tavares (PRTB). De acordo com o parlamentar, a proposta objetiva reduzir o número de celulares dentro dos presídios.

O projeto prevê a proibição a estabelecimentos prisionais geridos pelo Poder Público ou administrados por meio de parceria público-privada. Segundo a proposta, não deverão ter tomadas e pontos de energia no interior das celas ou dependências em que sejam mantidos detentos em custódia temporária; em áreas adjacentes às celas ou em corredores e áreas de trânsito de detentos, quando acessíveis sem supervisão imediata e constante; e em locais e pátios de visitação.

“O uso de celular e outros aparelhos similares nos estabelecimentos penitenciários brasileiros é hoje, sem dúvida, um dos mais graves e complexos problemas que desafiam a administração penitenciária. Estes são usados, invariavelmente, como instrumentos eficazes de orientação e coordenação de práticas ilícitas pelas organizações criminosas que atuam dentro e fora dos presídios, razão pela qual esses aparelhos adquiriram, ao longo dos anos, status de armas poderosas nas mãos de criminosos”, afirma o deputado na justificativa da proposta.

O projeto deve ser apresentado na sessão plenária deste terça-feira, dia 19. Passado o período de pauta, para recebimento de eventuais emendas, seguirá para a análise da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR). Caso receba parecer favorável, continua tramitando com votações nas comissões de mérito e em sessões plenárias.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Projeto prevê até 8 anos de prisão para quem usar inteligência artificial para gerar conteúdo sexual
Câmara dos Deputados

Projeto prevê até 8 anos de prisão para quem usar inteligência artificial para gerar conteúdo sexual

28/02/2024 06:30
Projeto prevê até 8 anos de prisão para quem usar inteligência artificial para gerar conteúdo sexual
Sejusp institui grupo para estudar a criação da primeira unidade penal indígena de MS
Segurança

Sejusp institui grupo para estudar a criação da primeira unidade penal indígena de MS

27/02/2024 12:15
Sejusp institui grupo para estudar a criação da primeira unidade penal indígena de MS
Novos agentes da Guarda Municipal de Dourados iniciam Curso de Formação
Segurança

Novos agentes da Guarda Municipal de Dourados iniciam Curso de Formação

23/02/2024 19:30
Novos agentes da Guarda Municipal de Dourados iniciam Curso de Formação
Prazo para pagar licenciamento em atraso termina no dia 29
Detran-MS

Prazo para pagar licenciamento em atraso termina no dia 29

23/02/2024 11:00
Prazo para pagar licenciamento em atraso termina no dia 29
Guarda Municipal inicia Curso de Formação para 29 novos agentes
Dourados

Guarda Municipal inicia Curso de Formação para 29 novos agentes

23/02/2024 08:30
Guarda Municipal inicia Curso de Formação para 29 novos agentes
Últimas Notícias