Dourados – MS domingo, 24 de fevereiro de 2019
Pauta
Gotinha

Vacinação contra a pólio começa em 6 de agosto

15 Jun 2018 - 19h41
Campanha de vacinação contra a poliomielite será realizada de 6 a 24 de agosto - Crédito: Tomaz Silva/Arquivo Agência BrasilCampanha de vacinação contra a poliomielite será realizada de 6 a 24 de agosto - Crédito: Tomaz Silva/Arquivo Agência Brasil
Em meio ao aumento de casos de poliomielite identificados na Venezuela, o Ministério da Saúde informou que a campanha de vacinação contra a doença no Brasil deve ocorrer de 6 a 24 de agosto. Por meio de nota, o ministério informou que, atualmente, a cobertura vacinal no Brasil contra a poliomielite é de 77%. Diante de casos identificados na Venezuela, a pasta enviou nota de alerta para estados e municípios sobre a importância de alcançar e manter cobertura maior ou igual a 95%, além da necessidade de notificação e investigação imediata de todo caso de paralisia flácida aguda que apresente início súbito em indivíduos menores de 15 anos. "O Ministério da Saúde ressalta que a vacinação é de extrema importância para manter o país livre da circulação de poliovírus, tanto nas ações de rotina como na Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite", destacou o comunicado. O governo brasileiro reforçou que as vacinas que integram o Calendário Nacional de Vacinação são seguras e eficazes. O esquema vacinal da poliomielite é composto por três doses da vacina inativada (injetável), administradas aos dois, quatro e seis meses. Aos 15 meses e aos 4 anos, a criança recebe a vacina oral. O último caso de infecção pelo poliovírus selvagem no Brasil ocorreu em 1989. Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que três países ainda são considerados endêmicos para a doença – Paquistão, Nigéria e Afeganistão. #####Casos na Venezuela Esta semana, a Sociedade Brasileira de Pediatria divulgou nota pública alertando para a necessidade de atenção redobrada diante da detecção de pelo menos um caso confirmado no país vizinho e de diversos casos em investigação. A preocupação se deve ao aumento do fluxo de imigrantes pelas fronteiras brasileiras, em especial nos estados do Norte. A entidade defende ainda a manutenção de elevadas e homogêneas coberturas vacinais contra a poliomielite no Brasil – acima de 95% – até que a erradicação global seja alcançada.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mais uma captação de órgãos ocorre no HV em Dourados
Dourados

Mais uma captação de órgãos ocorre no HV em Dourados

há 14 horas atrás
Mais uma captação de órgãos ocorre no HV em Dourados
Comércio poderá ter de informar riscos à saúde de consumidor de narguilé
Brasil

Comércio poderá ter de informar riscos à saúde de consumidor de narguilé

15/02/2019 14:43
Comércio poderá ter de informar riscos à saúde de consumidor de narguilé
Anvisa proíbe venda de lotes de frango produzidas em Dourados
Da Perdigão

Anvisa proíbe venda de lotes de frango produzidas em Dourados

15/02/2019 08:39
Anvisa proíbe venda de lotes de frango produzidas em Dourados
CCZ confirma oitavo caso de Dengue em Dourados
Alerta

CCZ confirma oitavo caso de Dengue em Dourados

14/02/2019 15:23
CCZ confirma oitavo caso de Dengue em Dourados
Novo surto de Febre Amarela faz OMS alertar Brasil
Saúde

Novo surto de Febre Amarela faz OMS alertar Brasil

13/02/2019 14:47
Novo surto de Febre Amarela faz OMS alertar Brasil
Últimas Notícias