Dourados – MS terça, 13 de abril de 2021
Dourados
32º max
22º min
Influx - Campanha 2021
UEMS AQUIDAUANA

UEMS de Aquidauana organiza Museu de Solos

10 Mai 2016 - 11h11
UEMS de Aquidauana organiza Museu de Solos. - Crédito: Foto: Divulgação/UEMSUEMS de Aquidauana organiza Museu de Solos. - Crédito: Foto: Divulgação/UEMS
O Mato Grosso do Sul é rico em diversidade de solos, pois das 13 classes de solos existentes no Brasil, o Estado possui doze. Pensando em catalogá-los e estudá-los, um professor da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) está organizando um museu de solos na unidade de Aquidauana, tradicional em estudos agronômicos.

No doutorado, o professor Jolimar Antonio Schiavo despertou o interesse para o estudo da Pedologia (ciência que estuda o perfil e a formação dos solos). E depois que começou a lecionar na UEMS, já coletou, juntamente com sua equipe, três exemplares de solos de MS, mas a previsão é ter 18 perfis das diferentes regiões do Estado.

O Sistema Brasileiro de Classificação de Solos (SiBCS) trabalha com níveis hierárquicos: vai do primeiro nível hierárquico, ordem ou classes (que é o mais generalista) até o sexto nível que são as séries (especifico e direcionados para o manejo sustentável do solo). "Daí a importância de se classificar solos até este nível. Caso contrário o manejo sai incorreto. Hoje o SiBCS é contemplado com 13 Classes de solos. O Estado de Mato Grosso do Sul atualmente apresenta 12 Classes de solos", explicou.

De acordo com Schiavo, o principal objetivo da coleção de solos é ensinar os alunos, de graduação e pós-graduação, como os solos se formam, como são classificados e qual o seu uso adequado, mas também futuramente abrir para visitação.

"Na aula prática o aluno vê o solo ao ‘vivo e em cores’, por meio de trincheiras, ou ‘corte de barranco’ às margens de estradas. Para isso são necessárias viagens o que torna tal prática muito trabalhosa e onerosa. Ter um recorte de solo em sala de aula é um processo trabalhoso, pois é preciso abrir uma trincheira de 2 metros de profundidade, coletar do solo e transportá-lo sem deformar", explicou o professor.

O Estado de MS é muito extenso e algumas áreas são de difícil acesso (Pantanal) o que dificulta ainda mais o trabalho. O projeto é de longo prazo e ainda não teve recurso para fomentá-lo, por isto deve demorar para que chegue à fase de visitação. No Brasil existem alguns museus de solos como, por exemplo, na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e na Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Vacina contra a gripe começa em Dourados com crianças, gestantes, indígenas e profissionais da saúde
Saúde

Vacina contra a gripe começa em Dourados com crianças, gestantes, indígenas e profissionais da saúde

12/04/2021 16:45
Vacina contra a gripe começa em Dourados com crianças, gestantes, indígenas e profissionais da saúde
Projeto de lei amplia lista de doenças rastreadas pelo teste do pezinho
Saúde

Projeto de lei amplia lista de doenças rastreadas pelo teste do pezinho

12/04/2021 14:24
Projeto de lei amplia lista de doenças rastreadas pelo teste do pezinho
Pandemia aumentou estresse em profissionais de saúde, afirma pesquisa
Saúde

Pandemia aumentou estresse em profissionais de saúde, afirma pesquisa

12/04/2021 10:43
Pandemia aumentou estresse em profissionais de saúde, afirma pesquisa
Covid19: vacinados devem observar intervalo entre imunizantes
Vacina

Covid19: vacinados devem observar intervalo entre imunizantes

12/04/2021 10:15
Covid19: vacinados devem observar intervalo entre imunizantes
Campanha de Vacinação contra Gripe começa nesta segunda-feira em Mato Grosso do Sul
Saúde

Campanha de Vacinação contra Gripe começa nesta segunda-feira em Mato Grosso do Sul

12/04/2021 07:33
Campanha de Vacinação contra Gripe começa nesta segunda-feira em Mato Grosso do Sul
Últimas Notícias