Dourados – MS quarta, 18 de setembro de 2019
Dourados

"Sábado sem Mosquito" chega ao centro de Dourados neste final de semana

26 Abr 2019 - 15h37Por Redação
Objetivo é eliminar possíveis locais onde o mosquito possa reproduzir - Crédito: DivulgaçãoObjetivo é eliminar possíveis locais onde o mosquito possa reproduzir - Crédito: Divulgação

Neste dia 27 de abril, a ação “Sábado sem Mosquito”, promovida pela Secretaria Municipal de Saúde para eliminar pontos de proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor de dengue, chikungunya e zika vírus, doenças que tem sido problema sério para as populações em todo o Brasil. A atividade será no Centro da cidade com previsão de cobertura de 34 quarteirões.

 

Conforme a organização, o quadrilátero entre as ruas Floriano Peixoto e Aquidauana, nos limites oeste e leste, e entre as avenidas Weimar Torres e Joaquim, nos limites norte e sul, delimitarão o espaço de abrangência do mutirão. A ação acontece com o apoio da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur), Instituto de Meio Ambiente de Dourados (Imam), Guarda Mirim e Guarda Municipal e outros segmentos.

“A campanha nacional tem por slogan ‘todos contra a dengue’. Esta é a proposta do sábado sem mosquito, unir todos em prol de uma causa importante: eliminar focos do mosquito”, disse a educadora ambiental Deyse Claro Duarte, do Imam, participante da ação.

Nesta sexta-feira (26), as equipes atuam no trabalho de sensibilização até às 16h, conscientizando as pessoas sobre o procedimento de recolhimento dos resíduos que podem ser favoráveis à proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor de dengue, chikungunya e zika.

A equipe é composta por servidores do Centro de Controle de Zoonoses, Vigilância Sanitária, Secretaria de Saúde, Imam, Semsur e Guarda Mirim, que passa nos estabelecimentos orientando que materiais podem ser retirados para serem recolhidos.

Conforme Rosana Alexandre, coordenadora do CCZ de Dourados, não devem ser retirados para serem recolhidos nesta ação materiais orgânicos, entulho e galhos. “A ação é para recolher petrechos que sejam propensos reservatórios de água para proliferação do mosquito”, explicou.

Rosana ressalta que, se a população se empenhar em manter as propriedades limpas durante todo o ano, é maior a chance de diminuir a incidência do mosquito. “As pessoas precisam manter este tipo de ação durante todo o ano e não esperar as mobilizações. A limpeza para retirada de restos de móveis ou outros petrechos, que sejam propensos à acumulo de água, deve ser feita periodicamente”, acrescentou.

As ações do Sábado sem Mosquito, uma recomendação do Ministério da Saúde, iniciaram no dia 30 de março, no Parque das Nações II, ocorrendo em seguida, no dia 6 de abril, na região das Vila Índio e Vila Rosa. No dia 13 de abril a ação visitou a região do bairro BNH IV Plano. Em todas as ocasiões, toneladas de lixo foram retiradas dos locais.

 

Fonte: PMD

Deixe seu Comentário

Leia Também

Aparelho portável facilita exames na retina
Tecnologia

Aparelho portável facilita exames na retina

16/09/2019 17:00
Aparelho portável facilita exames na retina
Pesquisa detalha distribuição dos subtipos do HIV no Brasil
Saúde

Pesquisa detalha distribuição dos subtipos do HIV no Brasil

16/09/2019 14:00
Pesquisa detalha distribuição dos subtipos do HIV no Brasil
Dispositivos digitais abrem novas possibilidades na saúde
Tecnologia

Dispositivos digitais abrem novas possibilidades na saúde

15/09/2019 08:20
Dispositivos digitais abrem novas possibilidades na saúde
Anvisa abre consulta pública para debate sobre rótulo em alimentos
Saúde

Anvisa abre consulta pública para debate sobre rótulo em alimentos

13/09/2019 14:16
Anvisa abre consulta pública para debate sobre rótulo em alimentos
Saúde traça plano para diminuir mortes causadas por acidentes de trânsito em MS
Mato Grosso do Sul

Saúde traça plano para diminuir mortes causadas por acidentes de trânsito em MS

09/09/2019 13:20
Saúde traça plano para diminuir mortes causadas por acidentes de trânsito em MS
Últimas Notícias