Dourados – MS quarta, 14 de abril de 2021
Dourados
31º max
22º min
Influx - Campanha 2021
Covid-19

Reabilitação melhora em 26% a recuperação de pacientes pós Covid-19

Projeto piloto de reabilitação foi realizado em cinco hospitais do SUS e demonstrou resultados importantes na recuperação da independência motora e funcional de pacientes pós Covid-19

24 Fev 2021 - 11h15Por Ministério da Saúde
Reabilitação melhora em 26% a recuperação de pacientes pós Covid-19 - Crédito: Rovena Rosa/Agência Brasil Crédito: Rovena Rosa/Agência Brasil

Os primeiros resultados do projeto piloto “Reabilitação pós-Covid-19” apontam que os pacientes que tiveram Covid-19 podem ter uma melhora condição motora e funcional no Sistema Único de Saúde (SUS). Após três visitas e dois encontros virtuais em cinco hospitais do SUS, localizados nas cinco regiões do país, entre novembro/2020 a dezembro/2020, para avaliar o desempenho na assistência hospitalar em pacientes pós-Covid-19, possibilitaram um resultado no aumento de 26% na evolução dos pacientes em relação a independência motora e funcional. Além de elevar para 120% o valor agregado da internação até a alta de cada paciente, ou seja, mais qualidade nos serviços de saúde prestados e melhor experiência vivida por eles.

“O nosso objetivo é proporcionar mais qualidade de vida aos nossos usuários, principalmente àqueles que ficam debilitados, acometidos pela Covid-19 e outra doença crônica associada, diminuindo assim o aparecimento de novas patologias indesejáveis”, comenta o secretário de Atenção Especializada à Saúde, Luiz Otavio Franco Duarte.

A iniciativa é do Ministério da Saúde, por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS), executada pelo Hospital Sírio Libanês. Os projetos implementados no Hospital Geral de Fortaleza (CE), Hospital de Base (DF), Hospital Municipal de Contagem (MG), Hospital Geral de Palmas (TO) e Hospital Geral do Trabalhador (PR), tem como objetivo trabalhar a reabilitação de pacientes críticos pós Covid-19, implementar a alta segura, o giro de leitos e promover a retomada segura das atividades hospitalares eletivas no SUS.

O Hospital Geral de Fortaleza, no Ceará, implementou 97% das ações planejadas e conseguiu atingir 60% de evolução geral. Já o Hospital Municipal de Contagem, me Minas Gerais, conseguiu implementar 74% das ações do projeto e mostrar um quadro de evolução de 267% geral nos serviços de saúde prestados.

Um dos desafios do projeto é implementar o trabalho das equipes multiprofissionais e capacitar esses profissionais em meio a pandemia. Na fase piloto, cerca de 250 profissionais foram capacitados em mais de 320 horas de troca de conhecimento mútuo.

O “Reabilitação pós-Covid-19” tem duas fases, a primeira tem duração de dois meses de intervenção e a segunda consiste em quatro meses de monitoramento. A equipe de intervenção é composta por: médico, especialista em gestão hospitalar, fisioterapeuta, nutricionista, enfermeiro, fonoaudiólogo e assistente social.

Para realizar esse projeto, foi utilizada a filosofia Lean e ferramentas como, o plano de resposta hospitalar, o Round interdisciplinar e também as cartilhas de apoio.

O projeto se mostrou necessário e foi muito bem recebido pelas instituições participantes. Ele continuará no próximo triênio 2021-2023 e deverá atender dez hospitais por ano. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Prestes a chegar a 5 mil mortes, MS registra mais 33 novos óbitos
Covid-19

Prestes a chegar a 5 mil mortes, MS registra mais 33 novos óbitos

13/04/2021 15:44
Prestes a chegar a 5 mil mortes, MS registra mais 33 novos óbitos
Município de Campo Grande deverá equipar a UPA Coronel Antonino
Campo Grande

Município de Campo Grande deverá equipar a UPA Coronel Antonino

13/04/2021 15:00
Município de Campo Grande deverá equipar a UPA Coronel Antonino
Vacina da Fiocruz Minas e UFMG avança em testes de laboratório
Saúde

Vacina da Fiocruz Minas e UFMG avança em testes de laboratório

13/04/2021 12:33
Vacina da Fiocruz Minas e UFMG avança em testes de laboratório
Covid-19: variante britânica não causa doença mais grave, diz estudo
Internacional

Covid-19: variante britânica não causa doença mais grave, diz estudo

13/04/2021 11:42
Covid-19: variante britânica não causa doença mais grave, diz estudo
Covid-19: variante britânica não causa doença mais grave, diz estudo
Saúde

Covid-19: variante britânica não causa doença mais grave, diz estudo

13/04/2021 10:25
Covid-19: variante britânica não causa doença mais grave, diz estudo
Últimas Notícias