Dourados – MS terça, 18 de junho de 2024
33º
Meu Detran
Projeto de Lei

Projeto facilita acesso a medicamentos em farmácias populares

27 Mar 2020 - 13h25Por Fonte: Agência Câmara de Notícias
Hoje o paciente tem que ir à farmácia pessoalmente, ou mandar representante com firma reconhecida em cartório - Crédito: Gilson Abreu/Agência de Notícias do ParanáHoje o paciente tem que ir à farmácia pessoalmente, ou mandar representante com firma reconhecida em cartório - Crédito: Gilson Abreu/Agência de Notícias do Paraná

O Projeto de Lei 928/20 facilita o acesso a medicamentos em farmácias e drogarias credenciadas ao Programa Farmácia Popular do Brasil em caso de epidemia, calamidade pública ou pandemia declarada pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

O texto em análise na Câmara dos Deputados permite que os medicamentos sejam enviados ao paciente por serviço de entrega em domicílio ou por meio de representante.

Atualmente, o Programa Aqui tem Farmácia Popular oferece gratuitamente medicamentos para hipertensão (pressão alta), diabetes e asma. Também é possível adquirir com até 90% de desconto medicamentos indicados para dislipidemia (colesterol alto), rinite, Parkinson, osteoporose e glaucoma, além de anticoncepcionais e fraldas geriátricas.

A lei atual, entretanto, exige que, para ter acesso à gratuidade ou ao desconto, o paciente precisa buscar pessoalmente o medicamento na farmácia popular ou enviar represente legal com firma reconhecida ou procuração registrada em cartório.

Na justificativa que acompanha o projeto, os autores, deputados Adriana Ventura (Novo-SP), Alexandre Serfiotis (PSD-RJ) e Dra. Soraya Manato (PSL-ES), argumentam que as duas alternativas de entrega são fundamentais para assegurar que o medicamento chegue de fato a quem precisa, sobretudo diante de emergências sanitárias como a provocada pela pandemia do coronavírus (Covid-19).

Segundo o projeto, o medicamento será entregue pela farmácia ou drogaria a qualquer pessoa identificada por documento de identidade e CPF que apresente a receita, laudo ou atestado médico e um documento de identificação do paciente, sem a necessidade de procuração ou de reconhecimento de firma.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil se aproxima de 6 milhões de casos e 4 mil mortes por dengue
Saúde

Brasil se aproxima de 6 milhões de casos e 4 mil mortes por dengue

18/06/2024 12:00
Brasil se aproxima de 6 milhões de casos e 4 mil mortes por dengue
Profissionais de saúde de MS têm artigos publicados na 1ª edição da Revista Jurídica  da Ebserh
HU-UFGD e Humap-UFMS

Profissionais de saúde de MS têm artigos publicados na 1ª edição da Revista Jurídica da Ebserh

18/06/2024 10:45
Profissionais de saúde de MS têm artigos publicados na 1ª edição da Revista Jurídica  da Ebserh
Não há evidências que garantam o uso seguro de medicamentos para tratamento da obesidade
Saúde

Não há evidências que garantam o uso seguro de medicamentos para tratamento da obesidade

18/06/2024 08:00
Não há evidências que garantam o uso seguro de medicamentos para tratamento da obesidade
Cientistas identificam, no sangue de pacientes com malária, moléculas associadas ao risco de recaída
Saúde

Cientistas identificam, no sangue de pacientes com malária, moléculas associadas ao risco de recaída

18/06/2024 07:45
Cientistas identificam, no sangue de pacientes com malária, moléculas associadas ao risco de recaída
Senado vota dia de conscientização sobre distrofias musculares na quinta
Saúde

Senado vota dia de conscientização sobre distrofias musculares na quinta

18/06/2024 06:45
Senado vota dia de conscientização sobre distrofias musculares na quinta
Últimas Notícias